Anvisa autoriza testes de nova vacina chinesa contra a covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, nesta sexta-feira (3), os testes de mais uma vacina contra o coronavírus. A vacina desenvolvida pela empresa chinesa, Sinovac Research & Development é a segunda vacina a ter testes autorizados no Brasil. Os testes serão feitos com 9 mil voluntários saudáveis em diferentes partes do país.

>Donos de bares fazem ato por reabertura em frente a hospital com UTI lotada

Esta vacina é feita através de cepas inativadas do novo coronavírus e está na fase III de teste clínico. Nesta etapa o estudo já passou por outras 2 fases de testes em seres humanos adultos e saudáveis, que demonstraram segurança e capacidade de resposta imune favoráveis em a administração de duas doses.

Na fase três, os testes são feitos em grande quantidade de indivíduos, com a finalidade de se comprovar a segurança e a eficácia do medicamento com o mínimo de efeitos colaterais. No dia 2 de junho, a Anvisa autorizou os testes clínicos da vacina desenvolvida pela universidade britânica Oxford.

Para dar celeridade às avaliações de estudos clínicos neste período de calamidade pública a Anvisa criou um comitê de avaliação destes estudos clínicos, registros e mudanças pós-registros de medicamentos e tratamentos da covid-19. Este grupo é também responsável por ações de prevenção de desabastecimento de medicamentos com impacto para a saúde pública.

Após a autorização ética e regulatória, cabe ao patrocinador definir a data de início dos testes, que serão realizados nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná e Distrito Federal.

>Em meio à pandemia, Capes avalia reduzir áreas na pós-graduação

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!