Congresso em Foco

Presidente da Cãmara, Rodrigo Maia e presidente da República, Jair Bolsonaro [fotografo] Marcos Corrêa/PR [/fotografo]

Bolsonaro assina PEC da reforma administrativa

21.02.2020 16:54 6

Reportagem
Publicidade

6 respostas para “Bolsonaro assina PEC da reforma administrativa”

  1. Yuri Sucupira disse:

    A Administração Pública é composta por políticos (do executivo e do legislativo), servidores públicos civis (do executivo, legislativo e judiciário) e militares. Por isto, uma reforma administrativa teria de reformar a Administração Pública inteira. Mas na prática não é isso que está sendo proposto: o que o governo vai enviar ao Congresso é uma reforma que atinge única e exclusivamente os servidores: políticos e militares ficarão de fora e continuarão com seus regimes jurídicos próprios, aposentadoria própria etc.
    Conclusão: a “reforma administrativa”, apesar do nome, na realidade é estritamente uma “reforma do serviço público”. Os políticos e os militares continuarão como estão.

  2. Paulo disse:

    A História nos ensina isso.
    Quanto mais tardia uma reforma o remédio a ser administrado deve ser
    mais dolorido.

    O Brasil já estrapolou a linha do tempo.
    Qualquer reforma soft não vai ter efeito.

  3. Valdir disse:

    Diferente da Reforma Tributária, não tive conhecimento de alguma proposta de Reforma Administrativa de iniciativa do Congresso. Deputados e senadores, principalmente os corruptos, e me parece que ainda são maioria, legislam em causa própria e têm os servidores públicos como seus cabos eleitorais. Isso tem que mudar URGENTE para o bem do desenvolvimento do país.
    #FORAPARASITAS

    • Alexandre disse:

      Parasitas são esses bandidos que o senhor e mais 57 milhões de M*…ajudaram a colocar no governo. Não sabe interpretar informações e agora as pessoas inteligentes é que terão de suportar o fardo.

      • Valdir disse:

        Tá nervosa por quê?
        Vestiu a carapuça?
        Só os “parasitas” estão esperneando. Os servidores públicos estão aplaudindo, pois não terão mais que carregar vagabundos nas costas.
        E pode esperar que 2022 será no 1° turno.

  4. RômuloJ. Vieira disse:

    Esse jornalista parece melhor que certos outros que aparecem, matéria limpa sem viés algum!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via