Nosso guri

BrasilCongresso em Focodom pedro IIDom SebastiãoEspanhaForças ArmadasJair BolsonaroMourãoPortugal
Comentários (1)
Comentar
  • Cláudio Cesar Lima

    Acredito que não haja mais condições de avaliações psicológicas a se fazer num presidente cujo lema é o do rei Luiz XIV e ele, Bolsonaro, parece se iluminar quando diz que “quem manda sou eu”. Poder-se-ia facilmente colocá-lo nas caricaturas do sempre repetido Napoleão Bonaparte. No entanto, demonstra ser apenas um demente desconhecido, espécie de D. Quixote que achou que o juiz Sérgio Moro seria seu Chico Pança. Enganou-se e segue, assim, lutando com os moinhos de vento que não foram estocados pela presidenta Dilma.