Brasil tem mais mortes de enfermeiros por covid-19 do que Espanha e Itália juntas

O Brasil está entre os países com maior número de profissionais de enfermagem mortos pela covid-19. De acordo com os dados reunidos pelo jornal El País, na reportagem de Gil Alessi, 73 profissionais morreram em decorrência da doença. O número supera o registrado, por exemplo, pela Itália e Espanha juntas. Os dois países somam 39 óbitos entre a categoria e estão entre aqueles que acumulam o maior número de mortes por covid-19.

>Davi Alcolumbre quer retomar versão do Senado de socorro a estados

Na Itália, foram contabilizados 29.315 óbitos, desses 35 eram enfermeiros. Na Espanha, há quatro profissionais da área entre as 25.613 mortes oficializadas em decorrência do novo coronavírus. Os dados são referentes apenas a enfermeiros. Não estão incluídos médicos e outros profissionais da saúde. De acordo com a reportagem, a falta de equipamentos de proteção e a manutenção de idosos em atendimentos de doentes contribuem para a alta mortalidade.

Nos Estado Unidos, país epicentro da pandemia, 46 enfermeiros morreram por covid-19. O país já conta 71.220 óbitos por coronavírus. Segundo o Conselho Internacional de Enfermagem, citado na reportagem, ao todo mais de 100 enfermeiros e técnicos de enfermagem faleceram em decorrência da pandemia em todo o mundo.

>Bolsonaro não tem apoio militar para golpe, diz ex-ministro da Defesa

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!