Congresso em Foco

"Hoje poderemos ter nossa última chance de impedir que o Brasil vire um péssimo lugar para se viver nos próximos anos e até sabe-se lá quando", resume Lungaretti[fotografo]Reprodução[/fotografo]

A escolha é entre seguirmos vivendo ou matarmos uns aos outros pelas ruas

28.10.2018 15:58 1

Publicidade

Uma resposta para “A escolha é entre seguirmos vivendo ou matarmos uns aos outros pelas ruas”

  1. Fábio disse:

    Lungaretti, seu texto revela uma desconexão com a realidade. Devíamos ter apoiado Haddad para evitar que o país se transformasse num péssimo local para viver? Ora, o Brasil já alcançou esse status graças ao PT, o que talvez não perceba por viver em uma bolha social e ideológica, sinceramente.
    Um lugar com 60.000 homicídios anuais, um dos piores sistemas educacionais do mundo, um escândalo como o petrolão e quase 14 milhões de desempregados parece um lugar péssimo de se viver? Pois é. Eis a realidade, que seria asseguradamente mantida com a vitória do fantoche de presidiário. Com Bolsonaro há pelo menos o benefício da dúvida (melhor e mais esperançoso que a certeza do caos trazida pelo PT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via