Troca de mensagens entre Doria e Lula tem foco humanitário, diz PSDB

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, disse nesta quinta-feira (2)  ao Congresso em Foco que a interação no Twitter entre o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o ex-presidente Lula (PT) tem caráter humanitário e mostra que a gravidade da crise do coronavírus exige que se deixem de lado as divergências políticas e partidárias. “O esforço de todos nessa hora é humanitário”. A troca de gentilezas entre os dois foi o mais comentado na rede durante boa parte do dia.

>Após 15 dias, Davi Alcolumbre é curado do coronavírus e volta ao comando do Senado

O tema foi impulsionado por aliados do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), inclusive pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). A estratégia é associar Doria, possível concorrente de Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2022, ao PT.

“Tanto o jornalismo quanto a política precisam deixar de lado essa hora as abordagens partidárias. Estamos perdendo vidas. O foco é humanitário. O mundo real espera foco de todos nós em como socorrer as pessoas. Ler sobre análise de disputa política nessa hora é desrespeito ao momento. Deixa todos nós menores”, reforçou Bruno Araújo.

Assinantes do Congresso em Foco Premium receberam com antecedência as informações constantes desta matéria. Assine agora você também!

Lula publicou um tuíte em que elogia a atuação de prefeitos e governadores no combate ao coronavírus, que têm implantado uma política de isolamento social, contrariando Bolsonaro, e cita o nome do tucano.

“Nossa obsessão agora tem que ser vencer o coronavírus. Chegamos ao ponto do Dória ter que mandar a PM invadir fábrica pra pegar máscara. A gente tem que reconhecer que quem tá fazendo o trabalho mais sério nessa crise são os governadores e os prefeitos”, escreveu o ex-presidente.

Doria retuitou a mensagem do petista e fez o seguinte comentário: “Temos muitas diferenças. Mas agora não é hora de expor discordâncias. O vírus não escolhe ideologia nem partidos. O momento é de foco, serenidade e trabalho para ajudar a salvar o Brasil e os brasileiros.”

Veja os tuítes de Doria, Lula e Eduardo Bolsonaro:

>Maia diz que Bolsonaro demorou a reagir à crise do coronavírus

Em entrevista ao Congresso em Foco publicada em outubro de 2019, Bruno Araújo classificou como mentira qualquer proximidade. “Chegou ao ponto de as redes sociais acharem que PT e PSDB têm um grau de comunhão política mesmo isso sendo absolutamente ficção”.

STF determina a retirada de circulação de vídeo contra isolamento social

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!