Fundo nórdico rebate Ministério da Economia sobre Amazônia

A instituição financeira filandesa Nordea Asset Management criticou uma nota técnica do Ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes, sobre o desmatamento na Amazônia. As informações são do jornal O Globo.

O texto elaborado pela equipe econômica do governo federal afirma que as informações sobre o avanço do desmatamento são "justamente opostas ao que vêm sendo afirmado" por investidores críticos à política ambiental do governo de Jair Bolsonaro.

Quem assina o texto é Eric Pedersen, chefe de investimentos responsáveis da Nordea. O fundo gere R$3,14 trilhões de ativos.

> Governo demite coordenadora do Inpe após divulgação de dados sobre desmatamento

"As taxas de desmatamento estão comprovadamente subindo, e de maneira dramática. Queremos deixar claro que o que vai determinar o perfil de risco do Brasil são os dados, tanto sobre a cobertura de floresta como das queimadas, além da sinceridade dos esforços de combate e do compartilhamento das informações com os investidores", escreveu o fundo de investimento da Finlândia.

O vice-presidente Hamilton Mourão esteve em reunião com a instituição e outros investidores estrangeiros no último dia 9 de julho.

Na última segunda-feira (13), o governo federal demitiu a coordenadora-geral de Observação da Terra do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Lubia Vinhas. A demissão se deu após a divulgação dos dados sobre desmatamentos na Amazônia no fim da semana passada. Ela era a responsável pelos sistemas Deter e Prodes, que acompanham a região.

> Mourão fala em redução de desmatamento e queimadas “ao mínimo aceitável”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!