PTB de Roberto Jefferson vai lançar blogueiro bolsonarista ao Senado no PR

O ex-deputado e presidente do PTB, Roberto Jefferson, usou suas redes sociais nesta quarta-feira (5) para anunciar que o partido já tem candidato ao Senado em 2022 pelo Paraná. O escolhido é o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, investigado pelo Supremo Tribunal Federal por envolvimento com a promoção de atos pró-ditadura.

Eustáquio se filiou ao PTB em julho do ano passado. Na época, Roberto Jefferson, que foi um dos pivôs do mensalão e já foi condenado a sete anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro pelo STF, celebrou a filiação do bolsonarista. O Congresso em Foco confirmou a informação com a assessoria de Oswaldo Eustáquio.

A escolha viria em um momento de brigas internas dentro do PTB paranaense. O presidente da executiva estadual da legenda, Edenilso Rossi, teria expulsado a esposa de Eustáquio, Sandra Terena, do partido – justamente por não concordar com a candidatura de Eustáquio ao Senado. Apesar de indicar que teria carta branca no comando estadual, Roberto Jefferson teria ligado para Eustáquio nesta quarta-feira e garantido que ele seria o seu candidato no estado.

O blogueiro teria aceitado a proposta, segundo a sua assessoria.

Ainda no Sul, o PTB trabalha para que o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub se candidate ao governo de Santa Catarina em 2022. O presidente da legenda no estado, Alexander Brasil, afirmou recentemente que Weintraub, que hoje ocupa um cargo no Banco Mundial, terá à sua disposição a legenda.

Roberto Jefferson é um dos protagonistas de um vídeo publicado por Jair Bolsonaro em abril em que  diz que "não rouba e não deixa roubar". O presidente utilizou a declaração de Jefferson como exemplo de idoneidade de seu governo, no qual, segundo o presidente, não há corrupção.

> Moraes concede prisão domiciliar a blogueiro bolsonarista

Continuar lendo