Parlamentares do PT pedem convocação de Braga Neto à Câmara

Um grupo de parlamentares da bancada do PT na Câmara apresentou, nesta quinta (22), uma série de requerimento pedindo a convocação do ministro da Defesa, general Walter Braga Neto, para prestar esclarecimentos sobre declarações contrárias à realização de eleições em 2022.

De acordo com matéria publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, o ministro enviou um recado, via interlocutores, ao presidente da Câmara de Deputados, Arthur Lira (PP-AL), de que "se não for aprovado o voto impresso e aditável, não haverá eleições em 2022".

Dentre os parlamentares que assinam os requerimentos estão as deputadas Gleisi Hoffmann e Erika Kokay e os deputados Bohn Gass e Paulo Teixeira.

Na justificativa eles alegam que "as palavras do ministro causaram apreensão, especialmente por se mostrarem como uma espécie de ameaça ao processo democrático eleitoral que é vigente no país"

Ao todo foram três documentos, sendo um direcionado à convocação do ministro pra prestar esclarecimentos diante do Plenário, outro voltado à convocação para Comissão de Constituição e Justiça e outro para a Comissão de Direitos Humanos e Minoria.

> Forças Armadas não respaldam aventura golpista, avalia general

> Autoridades reagem à fala de Braga Netto: “Tirania precisa ser combatida”

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo