Justiça obriga Bolsonaro a usar máscara em locais públicos

O juiz federal Renato Borelli defiriu um pedido de tutela de urgência que determina que o presidente Jair Bolsonaro seja obrigado a usar máscara em locais públicos do Distrito Federal. Leia a íntegra do despacho.

"Impor ao réu Jair Messias Bolsonaro a obrigatoriedade de utilizar máscara facial de proteção, em todos os espaços públicos, vias públicas, equipamentos de transporte público coletivo e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços do Distrito Federal, sob pena de cominação de multa diária, que desde já fixo em R$2.000,00", consta em trecho da decisão.

>Câmara usa Twitter para desmentir fake news sobre uso de máscaras em casa

A decisão também se estende a todos os servidores e colaboradores do governo federal. O presidente da República participou diversas vezes de atos a favor de seu governo e cumprimentou apoiadores sem o uso de máscara. Também não foram raros os casos em que ele falou com simpatizantes de seu governo ao sair e entrar no Palácio da Alvorada.

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub chegou a ser multado pelo governo do Distrito Federal por participar de manifestação sem máscara.

Um decreto do governo local estabelece a obrigatoriedade do equipamento de proteção individual em todos os espaços públicos da capital em razão da pandemia de covid-19.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!