Aprovação de Bolsonaro se mantém em 33%, afirma Datafolha

O Datafolha divulgou nesta segunda-feira (08) mais uma pesquisa sobre os índices de aprovação ao governo Bolsonaro. Entre os entrevistados, 33% responderam que o presidente da República está fazendo um governo ótimo/bom. Aqueles que avaliam o governo como regular são 31% e também 33% classificam a gestão Bolsonaro como ruim/péssima.

O número de aprovação à Bolsonaro é igual ao registrado pela pesquisa no mês de junho, quando 33% também optaram pelo ótimo/bom. A rejeição, no entanto, estava em 22%, onze pontos percentuais abaixo do resultado da pesquisa de julho. O número de respostas ruim/péssimo cresceu em todas as regiões do país. Na região Sul, por exemplo, onde está a maior aprovação à Bolsonaro (42%), a rejeição passou de 20% em abril para 25% em julho.

>>Apoio a Bolsonaro divide grupos de direita. Moro agradece manifestações

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 5 de julho e ouviu 2.086 pessoas em 130 municípios de todo o Brasil. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança de 95%.

Com seis meses de governo no primeiro mandato, Bolsonaro tem o pior índice de aprovação desde 1990. O Datafolha aponta que com o mesmo tempo de mandato, Fernando Collor registrava 34% de ótimo/bom (dentro da mesma margem de erro, portanto). Patamares piores apenas com Fernando Henrique Cardoso, em 1999, após a reeleição, que tinha 16%; e Dilma Rousseff, em 2015, que tinha 10%.

>>Datafolha: 58% acham conversas de Moro com procuradores inadequadas

>>Maioria aprova desempenho da Lava Jato, mas expectativa de redução da corrupção caiu, segundo Datafolha

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!