PSDB governará 34 milhões de brasileiros e PIB de R$ 1,4 trilhão

Embora tenha perdido cerca de 200 cidades na comparação com a eleição de 2016, o PSDB é o partido que mais terá brasileiros vivendo sob sua gestão municipal. A vitória de Bruno Covas (PSDB) em São Paulo foi decisiva para este resultado. Dos 34 milhões de pessoas que moram em cidades que serão governadas por tucanos, 12 milhões estão na capital paulista.

Os dados são de levantamento do Congresso em Foco com base em indicadores do IBGE e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que também o partido como aquele comandará cidades que, juntas, reúnem o maior PIB do país (veja os gráficos mais abaixo).

Ao comemorar a eleição de Covas, o governador de São Paulo, o também tucano João Doria, disse que ela representava, além da vitória do respeito, do equilíbrio e eficiência, “a consolidação da força eleitoral do PSDB”. O poderio municipal dos partidos é um importante ativo político para a eleição de 2022.

Desgastado na capital, principalmente por ter deixado o mandato pela metade, descumprindo promessa de campanha para concorrer ao governo estadual em 2018, Doria praticamente não apareceu na campanha de Bruno Covas, mas ressurgiu no palanque da vitória de olho nos dividendos que a eleição de seu ex-vice pode lhe render em 2022, quando deve tentar a Presidência da República. Covas recebeu mais de 3 milhões de votos.

 

Depois do PSDB, a legenda que comandará municípios com mais brasileiros será o MDB, partido que mais conquistou prefeituras. As mais de 780 cidades que terão prefeitos emedebistas somam quase 26 milhões de habitantes. Famoso por seu perfil municipalista, o MDB tem cerca de 260 prefeituras a mais que o PSDB, que foi vitorioso em 519 cidades. O partido emplacou cinco prefeitos nas capitais (o melhor desempenho entre todas as siglas), entre elas, Porto Alegre.

O PT ocupa apenas a 11ª posição neste ranking. Sem qualquer vitória em capital, o partido conquistou pouco mais de 180 prefeituras, que somam cerca de 6 milhões de habitantes. Quase seis vezes menos que a população que estará sob a gestão do PSDB.

Soma do PIB

Governando grandes cidades, os tucanos também ocupam as prefeituras dos municípios mais ricos do país. A soma do Produto Interno Bruto (PIB) de todas as cidades governadas pelo PSDB é de R$ 1,4 trilhão. Mais uma vez, São Paulo é a responsável pela liderança tucana.  48% do PIB de todos os municípios do país está na capital paulista.

O DEM, que venceu em cidades como Rio, Curitiba, Salvador e Florianópolis, aparece como o segundo partido a administrar maior PIB. O PSD é o terceiro. Principal partido da esquerda, o PT terá sob o seu guarda-sol municípios que somam R$ 154 bilhões, quase dez vezes menos que os tucanos. Figura apenas na 12ª colocação, atrás de partidos como Cidadania, Podemos e Republicanos.

 

Quem são os 57 prefeitos eleitos no segundo turno

Abstenção “vence” no Rio e em Goiânia e bate recorde no país com 29,5%

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!