Aliado de Ciro vai procurar Paulo Guedes para falar de reforma tributária

O PDT busca convergência com o governo federal na reforma tributária. Ciro Gomes escalou o secretário de Planejamento do Ceará e ex-coordenador econômico de sua campanha presidencial, Mauro Benevides Filho (PDT-CE), para fazer essa ponte. Benevides reassumiu na terça-feira (1) seu mandato de deputado federal.

Ao Congresso em Foco, ele disse que na próxima semana vai procurar o ministro da Economia, Paulo Guedes, para acertar pontos de convergência entre o partido de oposição e o governo de Jair Bolsonaro.

> Kátia Abreu diz a Paulo Guedes que “Congresso resolve reforma tributária"

Antes de falar sobre os pontos de convergência, Benevides quer esperar que o governo feche as propostas sobre reforma tributária.

O governo bateu o martelo sobre a desoneração da folha de pagamento das empresas, ou seja, diminuição da cobrança de impostos sobre os empresários. O deputado do PDT declarou que o governo precisa encontrar mecanismo de reposição da receita perdida com a diminuição desses impostos.

A criação de um imposto nos mesmos moldes da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF) era pensada pelo governo para compensar a perda da receita com a desoneração. No entanto, forte reação negativa do Congresso fez o governo recuar e ainda não foi definida uma medida nova de compensação.

Pontos de discordância sobre a proposta do governo devem ser a defesa do PDT em taxar grandes fortunas e lucros e dividendos.

> Reforma tributária encampada pelo PT prevê taxação de grandes fortunas. Veja os principais pontos

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!