Brasília tem ato em frente a Carrefour. Assista

Brasilienses se reuniram para um protesto em frente a uma unidade do supermercado Carrefour. O ato é em repúdio ao assassinato de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos. O homem negro  foi espancado e morto por dois seguranças de uma unidade do Carrefour no bairro Passo D'Areia, em Porto Alegre, na véspera do dia da Consciência Negra.

A unidade escolhida para o protesto em Brasília é a mais próxima da Esplanada dos Ministérios. Um vídeo do ato foi compartilhado nas redes sociais pela deputada Erika Kokay (PT-DF).

Em nota o Carrefour "lamentou profundamente" o assassinato, que qualificou como "brutal". Veja nota abaixo.

Imagem

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!