Congresso em Foco

Pesquisa IDEIA Big Data/Avaaz mostrou que 84% dos eleitores de Bolsonaro acreditaram na existência do kit gay

TSE diz que “kit gay” não existiu e proíbe Bolsonaro de disseminar notícia falsa

16.10.2018 09:23 19

19 respostas para “TSE diz que “kit gay” não existiu e proíbe Bolsonaro de disseminar notícia falsa”

  1. Marwin Soares Damaceno disse:

    E o Haddad que teve a propaganda, explicando o que realmente é a tortura que o Bolsonaro ama, censurada? Por quê o Veio da Havan pagou 10 mil por espalhar fake news enquanto o Haddad pagou 100 mil pelo mesmo crime?

  2. Yolanda Pandolf disse:

    JÁ PASSOU Á ERA DO “KIT GAY”, O ASSUNTO FOI NAS ELEIÇÕES, PRA ENGANAR OS #IDIOTAS SEM NOÇÃO!!
    AGORA AS EVIDÊNCIAS FRESQUINHAS, SÃO AS RACHADINHAS!!!
    AS AMIZADES CALOROSAS Á BASE DO 38 NA CASA 58!!
    HÁ! POR ONDE ANDA O QUEIROZ??? PORQUE NÃO DEPOSITA UM CHEQUE PRA NÓS??? NÃO ESQUECENDO DA LOJA DE CHOCOLATE; ME DEIXOU TÃO GORDA, QUE JÁ NÃO DOU MAIS UM PASSO!!

  3. ROBERTA disse:

    não existiu né,o que é mesmo aquilo na mão do Bolsonaro então ??? kkkkkkk

  4. Ana Carolina Ferraz disse:

    TSE em relação ao Haddad parece mãe defendendo filho, né?

  5. Fernando disse:

    Agora querem tirar o corpo fora dizendo que tal coisa nunca existiu! Agora é tarde!

  6. Mateus Cassiano disse:

    “O que tem a ver você criar uma subclasse”. NÃO EXISTE SUBCLASSE QUANDO AFIRMAMOS QUE TODOS SOMOS IGUAIS, O PRÓPRIO PRESIDENCIÁVEL SE CONTRAPÕE QUANDO AFIRMA…. “criando uma classe especial dentro daqueles que têm problema”. Ao mesmo tempo que ele fala em inclusão social com o debate de que somos iguais, ele se contrapõe dizendo que a classe lésbicas, bissexual, transexual merece uma subclasse. Estão querendo separar as classes e privilegiar algumas delas! A esquerda está há todo tempo se contradizendo, acabaram os argumentos, eles usaram todos e agora não sabem o que afirmam!

  7. Lilian Betania Martins disse:

    A anos que Bolsonaro e outros parlamentares denunciam e falam contra esse intitulado “kit gay”, que no MEC tinha outro nome… Já houveram reportagens falando sobre o assunto, onde pais, especialistas e a sociedade criticou… Eu mesma não aceito uma coisa dessas para meu filho, na escola. Esse tipo de conteúdo, é para ser tratado em casa, pelos pais.

  8. Eduardo Martins disse:

    Luis marinho iria sancionar a ideologia de genero em sbc. O vereador julinho fuzari impediu.
    Pt fudendo vc.

  9. Lívia Sombrio disse:

    ele tem é que se retratar a respeito em horário eleitoral ¬¬ cara de pau. pela lei se ele se eleger como base de campanha uma fake news pode ser anulado.

    • Paulo Assunção disse:

      Muda de opinião enquanto há tempo, caso contrário você pode acabar igualzinho a um patriota CUBANO, pois seu partido (os mandantes) é que estão de boa e você na pior e todos nós, como Venezuela, Congo e assim vai. Abraço.

  10. jcmdc disse:

    Ele tá falando essa fake news ha pelo menos 3,4 anos… precisa de uma retratação em rede nacional no horário político que seja… e se nao fizer tem que cancelar a candidatura… ela infringe a lei eleitoral de frente… o cara é condenado a nao falar mais sobre essa fake news, mas esquecem que toda a projeção dele se deu por conta do famigerado kit gay,, que na minha opinião existe, mas é diferente .. é aquele composto por 1 litro de vodca, 1 energético e algumas pedras de gelo kkkkkkkkk

  11. Fábio Luiz Mulazani disse:

    O quê!!! Não existiu????
    Não dá nem pra tentar compreender um posicionamento destes do TSE.
    Puro protecionismo ao PT.
    Quer dizer que a cartilha é obra do além, então!?!?!
    São uns brincantes mesmo. Menosprezam a inteligência do povo.
    Vão ter que ser responsabilizados por esta decisão.

    • Danilo Monzillo disse:

      Se informe amigo, kit anti homofobia era destinado apenas aos professores, basta pesquisar. Me explica por qual motivo depois de eleito o Bozo nunca mais tocou no assunto kit gay ?? Não era a maior ameaça no Brasil ??? Ele não falou de kit gay NENHUM vez em 2019 .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via