Congresso em Foco

Colunistas

O judiciário não pode se intimidar

23.06.2020 16:09 5
Atualizado em 10.10.2021 16:58

5 respostas para “O judiciário não pode se intimidar”

  1. Name disse:

    Pesando as ações do governo federal e o STF, eu acredito muito mais no presidente da república.

  2. Sergio Antonio Leite disse:

    Pessoalmente nunca recebi, nem antes ou depois da campanha, qualquer postagem, o tal disparo em massa, sobre os candidatos concorrentes do Bolsonaro, que não tenha sido veiculado pela midia tradicional. O que vi até hoje de concreto, na mídia, foi a modificação de uma página dirigida a mulheres modificada por um internauta.

  3. José Paulo Cardoso disse:

    Francamente, o TSE nunca resolveu coisa alguma na história do Brasil. É uma Justiça Especializada absolutamente irrelevante do ponto de vista prático e cujo objeto é esvaziado completamente, haja vista que julgamento e critérios políticos são elementos que se neutralizam mutuamente. Uma Justiça que é puro desperdício de dinheiro público, um cabide de milhares de empregos. Só isso. Agora, acredito, sim, que estão pondo “panos quentes” no conflito com uso da desculpa, ora conveniente, da pandemia. Mas, caso os julgadores estejam pensando assim, pergunto: se em plena pandemia mundial o Brasil entrou em colapso, como é que será o Brasil pós pandemia e sem a preocupação da reeleição? Comprovadamente, tudo que diziam do fake news eleitoral está mais do que comprovado, não precisa nem de um processo.

  4. Jane Maingué Pires disse:

    Justiça ? Com esse supremo totalmente comprometido com a ilegalidade ? Inquérito do fim do mundo , sem amparo jurídico nenhum , mas com uma única finalidade , incriminar a população de direita assim como conservadores. Muito admira ou não admira mais o papel da imprensa. Hoje é a direita a ser calada , amanhã serão vocês. Espero de fato que o exército exerça a sua função e nos livre da ditadura da toga. Brasil acima de tudo !

    • Valteir disse:

      A Justiça acabou de inocentar a Chapa, está reclamando do que? A Justiça é de direita, e defensora dos donos de tudo no país. O problema é que os donos de tudo queriam um presidente que fizesse economicamente o que está fazendo, mas socialmente fosse menos um macaco numa loja de louças. Fosse mais comedido, menos grosseiro nas entrevistas.

      Se fosse o exército do Médice e do Geisel, ainda concordo com você, pois esses dois generais eram antes de tudo nacionalistas e tinham um projeto nacional desenvolvimentista e naqueles anos o Brasil teve grande crescimento econômico, apesar dos trabalhadores terem ficado muito pobres. Mas hoje, os generais tem um projeto neoliberal, anti-nacional, pois está vendo a venda de todo o patrimônio e ainda aplaudem.

      Agora a agenda da direita no país é vender tudo. Eletrosul, Eletrobrás, gasodutos, plataformas, rodovias, aeroportos, campos petrolíferos, minas, terras indígenas, fechamento de fábrica de fertilizantes, fechamento da indústria naval, fechamento de universidades públicas, acabar com o SUS, acabar com a previdência e o pior ainda deixar um baita endividamento. Não está sobrando nada, vamos voltar para antes de 1930 em que o país era apenas um grande fazendão, só que muito endividados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Mais Colunistas

Ver todos

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via