Após fala de Bolsonaro, líder da frente Brasil-China fala em “doença mental”

Chinacoronavaccovid-19Fausto Pinatofrente parlamentar brasil-chinaJair BolsonaroPaulo Guedesvacinas contra covid-19
Comentários (72)
Comentar
  • K4iser W0lfmeister ?

    QUE SE LASQUE A CHINA. OS COMUNAS NÃO SÃO “PARCEIROS” DE NINGUÉM, SÓ DELES MESMOS.

    • Felix

      Eles pagam em dolar.

      • K4iser W0lfmeister ?

        Vão começar a pagar em Yuan Digital, e os babacas vão ter que aceitar!

        • Felix

          Talvez, já que a China está perto de ultrapassar os Estados Unidos virando a primeira economia do mundo.

  • leonel jefferson Silva Viana

    Detesto dar opiniões a esse respeito pois sou servidor público e trabalho independente de quem esteja no governo, mas, não posso deixar de concordar com o ilustre parlamentar, além de ressaltar que o mesmo não é do campo progressista, mas, liberal, o que vai de encontro ao discurso dos que defendem o governo, que se declara e age como liberal. É uma péssima ideia ofender e acusar quem tem os recursos e a vontade de ajudar o país

    • Marcos Adriano Marcello

      “servidor público”! “Çei”! Boçal sindicalista lulopelego!

      • Felix

        militar também é servidor público.

        • Marcos Adriano Marcello

          Kkkkkkkkkkkkkkkkkk! Guarda Municipal não é ,militar… e acho que nem isso vc é!

          • Felix

            Fico feliz em poder levar alguma alegria para você e deixar você rir.

            Mas, é verdade, nem isso sou. E daí?

  • Chipmunk

    A China está dando uma aula (e aprende quem quer) da diferença entre política de Estado e política de governo. Se os chineses gerissem sua política agrícola por política de governo, até não comprariam do Brasil por represália pelos ataques que sofre. Mas, como se guia por política de Estado, engole a ofensa, reagindo “de leve” caso a ofensa seja grosseira demais, mas sem dinamitar a relação diplomática com o outro lado, seja Brasil, seja EUA ou qualquer um.

    Já tem uma política definida a longo prazo, investindo agricolamente em parceria acadêmico/econômico com países africanos (intercâmbio de universidades chinesas com as africanas em Engenharia Agrícola, desenvolvimento de parcerias, arrendamento de terras, etc), de modo que, independentemente de como estará a relação com o Brasil daqui a 15, 20 anos, a China já vai comprar beeeeeeeeeemmmmmmmmm menos do Brasil …… não disse que deixará de comprar commodities brasileiras como alguns já vão se apressar para mugir que “Aiiii a China depende do Brasil”

    De novo, política de Estado: se deixar de comprar de X ou Y, a China perde poder de persuasão e razão para demandar o consumo de seus produtos. O que seria um tiro no próprio pé. Mas, para prejudicar o país X ou Y, a China não precisa deixar de comprar, basta comprar bem menos, o que já vai acontecer nos próximos anos, pois a China vai plantar na África o que quer consumirá.

    E, basta ver o que aconteceu recentemente quando alguns países quiseram politizar com a China: produtores de canola (a principal cultura canadense) foram a falência quando a China deixou de importar canola do Canadá para comprar na Rússia; produtores de carvão e bebida destilada australianos estão apavorados porque como retaliação pela Austrália se alinhar com os EUA na politização de direitos humanos – aliás, engraçado, americanos e europeus defendem a minoria muçulmana na China, mas são justamente os muçulmanos que americanos e europeus mais matam e quando não estão os matando, são um dos que mais sofrem preconceitos e perseguições na Europa e nos EUA.

    • Nabo

      O comercio Chinês é milenar já o americano se fez no século 20 somente, a China só está retomando o que sempre foi dela!

      • RômuloJ. Vieira

        Vc tem idéia de como é ter liberdade zero?…Se abrir muito a boca vc simplesmente “some” isso é a China de verdade para os chineses. Eu e uns colegas conhecemos um rapaz,engenheiro, que era filho de um fabricante de equipamentos mecânicos, que tinha vendido sua empresa para os chineses, isso em 2011. Ele ficou na China por um tempo, e andou muito por lá, e nos contou algumas realidades, do dia a dia, do funcionamento da máquina estatal deles, da máquina industrial e comercial. Tudo bem bolado, até fantástico. Mas as garantias, e as liberdades individuais continuam idênticas as da época do Mao Tsé Tung. Quer isso para os brasileiros?…Para os que adoram a palavra “gado” devem querer…

        • Nabo

          Tudo mentira, e se fosse verdade o que isso tem a haver com a relação comercial? kkkk
          A apple fabrica seus iphones na china sabia tio? aposto que não é um desinformado á lá Olavo Carvalho!

        • Chipmunk

          Depende do que vc entende por liberdade de expressão. Mas, uma coisa é certa:não existe uma única sociedade onde vc possa falar o que quiser, principalmente fazer proselitismo contra o governo e achar que vai ficar por isso mesmo. Se acha que no Ocidente é livre ….. te proponho que vc vá a Times Square munido com um alto-falante ou caixa de som e faça apologia de algo que seja contra os interesses do governo americano. DUVIDO QUE A POLÍCIA VÁ FICAR SÓ TE OLHANDO, SEM FAZER NADA.
          Exemplo, faz apologia do Estado Islâmico, da Al Qaeda, etc., no Central Park, ou na Quinta Avenida. Daí vc vai dizer “Ah mas é claro que não vão me deixar”. Então! Resumo da ópera: todas as sociedades têm temas “tabus”, ainda mais na política, e quem aborda elas, se ph.ode …. vai preso. Simples assim

        • Marino Lozio

          NA BANDEIRA ESTA ESCRITO ORDEM E PROGRESSO ..PARECE QUE PODERIA ESTAR ESCRITO NA BANDEIRA CHINESA …….OU NÃO ????

        • Felix

          Sim, os anos de chumbo ensinaram isso muito bem.

      • Marino Lozio

        PRECISA ENTUBAR O NIK PARA NÃO FALAR BOBAGENS.

        • Nabo

          Precisa aprender a digitar e pra escrever aqui!!

  • Master

    todos nos ja percebemos q ele nao bate bem da cabeça

  • Jorge Teixeira Carneiro

    Líder dos baba-ovos de chinês.
    Merece (covid) 3