“Viramos hospício”, diz líder da Frente Brasil-China sobre frase de Guedes

A declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, atribuindo aos chineses a "fabricação" do novo coronavírus irritou o presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, deputado Fausto Pinato (PP-SP). O parlamentar avalia que o discurso de Guedes dificulta a relação com o maior parceiro comercial do Brasil e ameaça a importação de insumos para vacinas contra a covid-19.

"Guedes vestiu a fantasia do Bolsonaro e rasga sua biografia para se manter no cargo", disse Pinato ao Congresso em Foco Premium. "É uma catástrofe. Viramos um hospício", acrescentou o líder da frente formada por cerca de 270 deputados e senadores.

O conteúdo deste texto foi publicado antes no Congresso em Foco Premium, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, entre em contato com comercial@congressoemfoco.com.br.

Na avaliação dele, o Brasil tem humilhado a China desde o início do governo Bolsonaro, comportamento que, segundo ele, prejudicará o agronegócio brasileiro nos próximos dois anos.

"O Ernesto Araújo era um retardado. O pior vírus que existe não é a covid, mas a loucura deste governo irresponsável. Os jornais da China vão destacar essa declaração. É prejuízo para troca de tecnologia. Guedes joga o Brasil para o final da fila", criticou. Em nota, o parlamentar disse que em um "país sério", o chefe da Economia seria demitido em razão do seu ataque ao principal parceiro econômico do país.

Fausto Pinato entende que o ministro, ao provocar a China, tenta criar uma cortina de fumaça para abafar as investigações da CPI da Covid e mascarar seu fracasso à frente da equipe econômica. "É a estratégia de criar polêmica desnecessária e de aumentar a irresponsabilidade com o país", afirmou.

Nesta terça-feira (27), em reunião do Conselho de Saúde Suplementar, Guedes disse que “o chinês inventou o vírus”, mas tem uma vacina menos eficaz do que a desenvolvida por empresas americanas, como a Pfizer e a Moderna.

O encontro foi transmitido pelas redes sociais do Ministério da Saúde, o que Guedes não sabia. Ao tomar conhecimento de que a reunião estava sendo gravada, ele pediu para que o conteúdo não fosse veiculado. “Só não manda para o ar por favor”, disse, mas já era tarde.

Veja a nota de Fausto Pinato:

"Olha ai uma estratégia já até desbotada no governo federal. Sempre que um ministro não consegue cumprir o prometido ao povo brasileiro, pra desviar a atenção do seu fracasso, cópia uma das narrativas cretinas dos bolsonaristas 'terraplanistas' e soltam na mídia como se fosse uma 'pérola'.

O ministro Paulo Guedes não fugiu a esta prática. Sabendo que a economia do Brasil vai muito mal e sua 'batata' já tem prazo de validade, escolhe pra criticar a nossa maior parceira comercial, a China, como se fosse nossa inimiga. Qualquer governo sério demitiria imediatamente esse ministro fanfarrão chamado Paulo Guedes. Infelizmente é o que temos pra hoje 🙏🙏
Realmente só Deus pode protege o Brasil desse bando de irresponsáveis inconsequentes."

Continuar lendo