Congresso em Foco

[fotografo]USP Imagens[/fotografo]

A reforma tributária é um problema ou uma solução?

3 respostas para “A reforma tributária é um problema ou uma solução?”

  1. 13582196 disse:

    Reduzir impostos sobre produtos e serviços, e principalmente o ICMS de
    30% é a verdadeira salvação, é o que garante desenvolvimento, qualquer
    outra coisa não passa de mera falácia.

  2. Gaetano Galtieri disse:

    Me parece que o tema “Reforma Tributária” já existia antes de que eu fosse gente. Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lula, Dilma Temer, passaram sem solução. O assunto, que já é muito complexo em si, fica bem pior quando entra na esfera político/partidária. Em minha humilde opinião, são necessárias 3 etapas técnicas: 1) implementação do IGF, mesmo que seja com alíquotas quase simbólicas 2) Simplificação/unificação da regulamentação atual 3) Redução/ajuste dos tributos que sobrarem.

    Nota: O IGF (Imposto Sobre Grandes Fortunas) está na Constituição Federal de 1988 (art.153, VII) mas até agora não foi regulamentado e Rodrigo Maia declarou que nunca pensou em fazer isso. (nota: ele é deputado federal desde 1998).

    De novo: A lei francesa serve como referência na imposição de um imposto sobre fortunas. O ‘impôt de solidarité sur la fortune’ incide anualmente sobre patrimônios de pessoas físicas superiores a um milhão e trezentos mil euros e as alíquotas variam de 0,55% a 1,5% (para patrimônios superiores a dez milhões de euros).
    Fontes: CF88 e Wikipedia

  3. Silas A. Santos disse:

    Todo mundo sabe que SÓ paga impostos mesmo, os assalariados e os consumidores em geral…. Tudo é embutido nos preços! Sempre foi assim e sempre será, ricos não pagam impostos, e o pior é que adicionam nos “custos” e SONEGAM o que já está pago pelos CONSUMIDORES…
    #CadeiaParaOsSonegadoresJA ….
    É dessa reforma que os brasileiros precisam. Vai sobrar dinheiro….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via