Congresso em Foco

Vídeos e Lives

Cid Gomes momentos após ser baleado [fotografo] Reprodução redes sociais [/fotografo]

Cid Gomes, .40 e a retroescavadeira que demolem a democracia

20.02.2020 17:33 8

Publicidade

8 respostas para “Cid Gomes, .40 e a retroescavadeira que demolem a democracia”

  1. M Santos disse:

    Ahh meu amigo, é só raciocinar: Imagine um cara bêbado que atropelou e matou. Vai ser preso por homicídio culposo (sem intenção de matar), não é? Aí um cara vem, ameaça, sobe num monstro de ferro, derruba um portão e suspende um monte de pessoas e… não é tentativa de homicídio? E fez isso DOLOSAMENTE, não estava bêbado nem drogado. Sinceramente, se eu vejo uma cena dessas e tiver uma arma na cintura, nem penso três vezes, é bala para deter o motorista, antes que o miserável mate ou mutile as pessoas, independente de quem seja quem está atrás do portão, sejam policiais, criminosos ou integrantes do MST. É bala em legítima defesa, ele pediu isso. Não é à toa que a Associação dos Juízes Federais já impetraram ação junto à PGR para apurar crime de… TENTATIVA DE HOMICÍDIO. Aquilo não é um Senador, é um moleque que tem que responder por seus atos.

  2. Edwald José Winand disse:

    Então, em nome de uma crítica realista, diremos apenas que o
    Cid Gomes foi irresponsável?? Mas o único ferido de verdade foi ele (que
    façam escândalo sobre o adolescente espancado por 4 policiais acionados pela diretora da escola
    ), e ele não se manifestou como um inimigo, mas como um oponente feroz, tal
    qual temos de ser nestas horas em que as
    regras são definitivamente quebradas
    depois de tão corrompidas. Cid foi tempestuoso, destemperado,
    inoportuno, inconsequente, imprudente, precipitado? Mas diante de situação tão
    gravemente criminosa haveriam de fazer tudo tão limpo e burocraticamente eficiente
    como fazem os alemães? Ou, o excesso de cautela se confunde com o excesso de
    republicanismo, inócuo?

    • Jose da Cconceição disse:

      Parabéns Érick. Seus comentários foram isentos. É de jornalistas assim que precisamos. Qualquer um que criticar o seu posicionamento é idiota ou alienado. Você não tomou partido de nenhum dos lados. Parabéns mais uma vez.

  3. RômuloJ. Vieira disse:

    Vc de novo articulista!!!!…Porque escreve com o fígado rapaz?…Que sanidade tem o Cid Gomes e o irmão Ciro?…Os dois tem que fazer um exame comprobatório urgente prá checar se estão com o cérebro normal,porque jogar uma máquina pesada contra pessoas,incluindo crianças é o que?…E os policiais fazerem greve já virou rotina.Foram anos de libertinagem nacional, todo mundo sabe disso,até crianças colocarem a mão em artista desnudo era permitido, gente mijando um no outro é permitido,tudo é permitido né, Presidentes roubando dia e noite era permitido né, acabou o dinheiro
    público prá bancar a farra né jornalista ( Dívida Pública em 5 tri) O presidente atual acabou com a farra né…por isso jornalistas vivem esculhambando dia e noite com o presidente né…se ele subir criticam,se ele descer criticam,se virar a esquerda criticam,se for prá direita criticam…tá difícil !!!

  4. Oswaldo de Amorim Garcia disse:

    Erick eu não sei quem está mais imundo se é você ou esse veículo de informação, eu não li essa matéria porque já sei que você é um militante da esquerda, tudo bem isso é um direito seu, mais por favor não tente fazer as pessoas de bem acharem que o correto é defefender bandidos que usam fardas de policiais…

  5. Adriano Picarelli disse:

    Parabéns, Erick Mota! Percebo que você acompanha seriamente o que temos vivido no Brasil… E que relacionou o que aconteceu no Ceará ao Estado, à democracia… Os que apostam no caos – e estão em seu texto – vão dizer que Estado e democracia… “f***”… Não é o que temos ouvido? Que mais pessoas manifestem sua indignação… A meu ver, a meu ver… os propagadores do caos já foram longe demais… E isso vem de longe… Lembro de membros de um grupo político que ganhou mídia – era o que queriam – ameaçando, difamando exposições, artistas, indo diretamente para escolas ocupadas por estudantes, quando, no último caso, era evidente que era questão do Estado, como no caso atual do Ceará… Lembro de deputado dizendo que ex-presidente deveria ser fuzilado – qualquer cidadão comum que falar algo assim, é processado por ameaça… Tudo foi deixado de lado… A omissão da sociedade, do Estado… levou ao ponto onde estamos… Durante a semana vimos alguém apresentado como antropólogo, sem documento oficial algum em mãos, procurando impedir uma ação do Estado… Segundo todas as notícias que lemos, ouvimos, um caso de tentativa de barrar ação do Estado mediante fraude ou não? Mas li “desacato”… Você tem cara de homossexual… Pergunta pra sua mãe… Ela queria dar o furo… Quem aceita tudo isso, vai cobrar o quê de Cid Gomes e dos policiais? Quem não sabia que grupos que assumiram o poder em todo o país – semeando o caos – não têm proposta alguma, a não ser reafirmar as desigualdades sociais e manter essas desigualdades mediante repressão, armas? Quem chega ao poder estimulando a divisão, não tem como unir em torno de um projeto ninguém além de suas próprias corporações, facções, seitas…

    • Jose da Cconceição disse:

      Ótimo comentário Adriano. Só faltou você dizer quem tem a responsabilidade de defender a nossa democracia e as pessoas que são ofendidas em sua honra e em seus direitos. Estão com medo de quem e do que? Por que eles não pedem para sair ?

  6. Gaetano Galtieri disse:

    O artigo 5º da Constituição Federal diz que: ”todos são iguais perante a lei sem distinção de qualquer natureza”.
    Porém, há algumas exceções que são devidamente legalizadas, Uma dessas exceções existentes é a INIMPUTABILIDADE.
    A imputabilidade é um dos elementos da culpabilidade, ela é capaz de isentar a culpa, ou seja, se não há culpa, dessa forma também não haverá crime.
    Os inimputáveis são aqueles incapazes de discernir seus atos, que cometem infração penal, porém no momento do crime era inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato, seja de forma absoluta ou relativa. Esses que não entendem no momento do delito a gravidade do seu ato e por isso, não podem responder pelo que fizeram e são excluídos penalmente, mas ficam sujeitos a medidas de segurança ou às normas estabelecidas na legislação especial
    Fonte: JUS (.com.br)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie
Publicidade

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via