Governo Bolsonaro tem a pior avaliação mundial de enfrentamento à covid-19

O Brasil ocupa a última posição no ranking mundial de avaliação das respostas do governo à pandemia de covid-19. A pesquisa leva em conta a opinião da população residente em cada uma das 53 nações avaliadas. Os dados são do Índice de Percepção da Democracia, pesquisa realizada pelo Instituto Dalia entre 20 de abril e três de junho.

> Estudo britânico aponta redução de mortes por covid-19 com dexametasona

De acordo com a pesquisa, apenas 34% dos brasileiros acreditam que o governo de Jair Bolsonaro está lidando bem com a pandemia. No mundo, em média, a avaliação positiva dos governos é de 70%. 

Outro dado relevante do levantamento é a indicação de que a maior parte das pessoas em todo o mundo não acredita que a reação governamental à pandemia está sendo exagerada. Nos 53 países pesquisados, cerca de metade da população sente que o governo  aplicou a "quantidade certa" de restrições, enquanto 28% acham que seu governo "não fez o suficiente" e apenas 17% acham que o governo fez "demais".

No Brasil, mais de 60% da população avalia que o governo de Jair Bolsonaro não fez o suficiente para conter a pandemia de covid-19. Mais uma vez, é a pior avaliação entre os 53 países do ranking. 

Democracia

Além da reação à pandemia, a pesquisa avaliou também a percepção sobre a democracia em cada um desses países. No Brasil, 54% dos entrevistados acreditam que o nível de democracia no país não é suficiente - com esse resultado o país fica atrás apenas de Polônia e Chile na avaliação de que há falta de democracia. 

A pesquisa foi feita pela internet com 124 mil pessoas de 53 países. No Brasil, foram realizadas 3.032 entrevistas. A margem de erro é de 3,25%.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!