Deputados e senadores criam frente parlamentar para fortalecer o SUS

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aprovou nesta semana a criação da Frente Parlamentar pelo Fortalecimento do SUS, composta por deputados e senadores. O grupo irá atuar para garantir o aperfeiçoamento e os recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), especialmente no pós-pandemia.

Câmara deve votar indicações para CNJ e CNMP na próxima semana

“A bandeira do SUS precisa ganhar uma nova dimensão e muito maior espaço na agenda do Congresso Nacional e da sociedade para que seja fortalecido com impacto imediato nos estados e municípios, chegando de forma universal e de qualidade aos cidadãos e cidadãs brasileiras”, diz o texto de instalação.

A frente foi articulada pelo deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA) e pelo senador Weverton (PDT-MA). O primeiro será presidente da frente e o segundo, vice-presidente. Quase 190 deputados e 15 senadores integram a frente.

Criado pelos constituintes de 1988, o SUS proporciona a todo cidadão brasileiro acesso integral, universal e gratuito a serviços de saúde. Inspirado no National Health Service do Reino Unido, o SUS é hoje considerado um dos maiores e melhores sistemas de saúde públicos do mundo.

Segundo a Fiocruz, o SUS beneficia cerca de 180 milhões de brasileiros e realiza por ano em torno de 2,8 bilhões de atendimentos, desde procedimentos ambulatoriais simples a atendimentos de alta complexidade, como transplantes de órgãos.

Saiba quem é Carlos Portinho, o novo senador do Rio de Janeiro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!