Congresso em Foco

Estertores da ditadura militar: Geisel (à esq.), ao passar a faixa presidencial para Figueiredo

1964 – O Brasil entre armas e livros

12.04.2019 08:12 2

Publicidade

2 respostas para “1964 – O Brasil entre armas e livros”

  1. celso vasconcellos disse:

    A Rede de desinformados que a grande midia, altamente infiltrada pela esquerda, criou a partir de 1985 pode ser facilmente ser revertida. Gente, acorda!!! O Google está aí para desmascarar essa grande mídia que ainda supõe ser formadora de opinião. Busque no Google as capas do principais jornais no dia 31 de março de 1965 (data em que se comemorou o primeiro ano da Revolução) e vocês verão que todos (Globo, Estadão, Folha, O Dia, etc) sem exceção estão comemorando a data. Aliás, o Grupo Globo, enquanto foi dirigido pelo Roberto Marinho pai, apoiou abertamente a Revolução e se beneficiou muito dela. O Grande erro do regime foi ser uma ditaMOLE. Tivessem eles tido a coragem de não fazer a famigerada “anistia” e os canalhas comunistas não teriam voltado e se assenhorado do poder levando o país a essa situação de pré caos em que se encontra. Ah! Nenhum General que comandou o Brasil, ficou rico. Todos viveram o resto de suas vidas decentemente com os seus soldos de aposentadoria. Eu vivi e acompanhei o período e posso garantir. Só os comunistas subversivos (uma pequena minoria) não gostavam do regime. 95% da população aprovava e vivia feliz, com empregos e segurança.

  2. André Luiz disse:

    Votei no Lula e na Dilma e hoje quero vê-los presos com “seus bens” confiscados retornando ao erário ! Essa esquerda que envergonha o Brasil só serve para querer mamar nas tetas de todos nós e prejudicar a governabilidade do país mas a população está alerta e expulsaremos esses apátrias das nossas instituições e se possível enjaulá-los por longos anos …..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via