Congresso em Foco

Voto nulo não anula eleições – a hora é de votar massivamente

11.10.2017 08:00 11

Reportagem Em
Publicidade

11 respostas para “Voto nulo não anula eleições – a hora é de votar massivamente”

  1. Lucho disse:

    Eu sei disso. Mas votarei nulo em 2018 com a consciência tranquilíssima.

    Se pudesse, nem sairia de casa.

  2. Walldemar Sobrinho disse:

    Meu finado pai dizia que política é coisa de gente que não presta.

  3. mariossergio disse:

    Tudo muito bonito. Teoria nota 10.
    Mas votar em quem, se são todos bandidos, mal intencionados?
    Não votando pelo menos fico com a consciência leve quando os vir rapinando o povo, sabendo que não colaborei nem dei emprego para ladrão.

  4. Hildeberto Aquino disse:

    Não corram o risco de deixar de votar que só assim beneficiará os que restarem. Um candidato que não receber nenhum voto, ele pode votar nele e estar concorrendo. O que o eleitor CONSCIENTE deveria fazer seria ELIMINAR partidos nos quais tenha havido maior número de denunciados por CORRUPÇÃO. Não votar em nenhum dos seus candidatos, do contrário tudo continuará na mesma e VOCÊ não terá nada para reclamar e restarão os corruptos! Corruptos!! CORRUPTOS!!!

  5. Odlanier Lucio disse:

    Rio de janeiro, 01 de agosto de 2017.

    As pessoas me provocam e me obrigam a ser repetitivo sobre
    esse tema “VOTOS NULOS E VALIDAÇÃO DOS VOTOS” – Senhores e senhoras,
    principalmente os aposentados e pensionistas do RGPS urbano que ganhavam e os
    que por enquanto ainda ganham seus proventos acima do piso nacional. EIS AQUI
    MINHAS EXIGÊNCIAS aos políticos em geral. – Dentro da minha exigência como eleitor,
    consta uma verdadeira e profunda REFORMA na política e nas administrações
    públicas para que eu deixe o LADO DE CÁ (votos nulos) e volte para O LADO DE LÁ
    (validação dos votos), consta também, um artigo que diz o seguinte: art. 00 –
    “todos os funcionários públicos das três esferas, Federal, Estaduais e
    Municipais, incluindo todos os políticos em geral que tiverem seus nomes
    envolvidos em desvios de condutas, devem ser afastados imediatamente do cargo
    sem remuneração até o julgamento, e caso venham a serem condenados, serão
    exonerados definitivamente do cargo e não mais poderão exercer qualquer outro
    cargo público, ou seja, popularmente dizendo, serão expulsos do círculo
    público”. Ei, é para você mesmo as perguntas! Qual é a sua EXIGÊNCIA? Não
    tem nenhuma? Que pena! Mesmo assim você continuará assinando sem noção uma
    procuração em branco para os políticos fazerem o que quiserem? É isso mesmo que
    você quer para o Brasil?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via