Congresso em Foco

Reforma trabalhista enfrentou oposição durante sua tramitação no Congresso[fotografo]ABr[/fotografo]

O desastre da reforma trabalhista

18.04.2018 08:30 5

Reportagem
Publicidade

5 respostas para “O desastre da reforma trabalhista”

  1. Jose Bem Maior disse:

    O governo do Brasil tem que acabar com as taxas de importação de veículos, máquinas e de centenas de outros produtos, e investir pesado na educação e saúde, só assim seremos um país progressista. Aqui se fala muito, se produz pouco e de má qualidade, somos conhecidos no mundo inteiro como exportadores de Commodities, nossa realidade é muito inferior a Europa e EUA.

  2. Junior Soares disse:

    Obvio que um sindicalista vai criticar. Ele só não diz ai para que serve 16,7 mil sindicatos e qual sua função além de arrecadar verba federal e dos trabalhadores.

  3. Paulo Kinas disse:

    Este ponto de vista, na minha opinião é corporativista e não pactuado por empreendedores que geram empregos e riquezas. Necessitamos de legislação trabalhista moderna alinhada às boas práticas das nações líderes. A CLT é ultrapassada, quando foi elaborada em 1937 (Estado Novo) porque não existiam direitos trabalhistas. Quem não concorda com as regras de sua empresa, procure outra ocupação ou empreenda para ver como é difícil ser empresário num país, onde parte do Judiciário sempre acha que o patrão é o vilão das relações trabalhistas, mas não considera que há trabalhadores e advogados trabalhistas que também agem de má fé.

    • Zé Ruela disse:

      Não seja ridículo. Se você for empresário, é um micro empresário. Estamos falando de mega corporações. O maior mal do brasileiro é ele se achar SUPER RICO e proteger esses caras com a própria vida. Chama-se LOMBRIGA DE CU DE RICO.

      • Paulo Kinas disse:

        Meu caro, se eu fosse um “Zé Ruela” utilizaria este espaço apenas para ofender os demais contrários à minha “filosofia” de vida…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via