Cinegrafista da TV Senado morre vítima de covid-19

O cinegrafista Carlos Alberto Pereira da Silva, da TV Senado, morreu na manhã desta quinta-feira (13), vítima da covid-19. Carlos estava internado  desde o dia 25 de julho no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), em Brasília. Ele foi a primeira vítima fatal do coronavírus entre os servidores do Senado e, por fazer parte do grupo de risco, estava em teletrabalho desde o início da pandemia.

> Brasil tem 1.175 novas mortes por covid-19 em 24h

Segundo informações do Senado, ele trabalhava na TV desde o início da emissora, em 1997. Natural de Anápolis (GO), o cinegrafista faria 64 anos em 8 de dezembro. Carlos Alberto deixa esposa, seis irmãos, cinco filhos e oito netos.

Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, lamentou a morte do servidor. "Foi com muita tristeza que recebi na manhã desta quinta-feira (13) a notícia do falecimento do cinegrafista da TV Senado [...] Que Deus conforte a sua família e seus amigos".

> Santos Cruz diz que Brasil chegou a 100 mil mortes porque faltou liderança


 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!