PSD convida Rose de Freitas e deve empatar com MDB como maior bancada do Senado

O PSD convidou a senadora Rose de Freitas (ES), que está de saída do Podemos, para se filiar à legenda. A ação acontece um dia após a congressista anunciar que vai sair de seu atual partido. Rose entrou em rota de colisão com o Podemos por ter apresentado uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que permite a reeleição na presidência da Câmara e do Senado dentro da mesma legislatura.

PEC que permite reeleição nas Mesas do Congresso começa a tramitar

O partido é contra a reeleição e anunciou que abriria o processo para que a senadora fosse expulsa, mas ela se antecipou e disse que vai se desfiliar.

“Está convidada e muito próxima. Esperamos que breve [ela responda o convite], mas ela pediu tempo para pensar”, disse o senador Carlos Viana (PSD-MG) ao Congresso em Foco.

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

Se confirmada a filiação, o PSD terá 13 senadores, o mesmo número do MDB, que hoje é a maior bancada do Senado. Neste ano, o PSD aumentou sua representação com o ingresso de Antonio Anastasia (MG), que saiu do PSDB, e com a ida de Carlos Fávaro (PSD-MT) ao Senado após a cassação do mandato de Selma Arruda (PSL-MT).

Kátia Abreu elogia reforma administrativa, mas chama de “aberração” excluir órgãos

>As últimas notícias sobre a pandemia de covid-19 no Brasil

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!