ANEEL mantém bandeira vermelha 2, a mais cara, em contas de luz de setembro

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou, nesta sexta-feira (27), que manterá a conta de luz com a chamada "bandeira vermelha 2" nas contas de luz de setembro. A decisão implica manter uma cobrança de R$ 9,49 extras na conta para cada 100 kW/h consumidos.

O valor, registrado pela primeira vez em junho, foi motivada pela maior estiagem em 91 anos que reduziu a capacidade de geração das hidrelétricas, principal matriz energética brasileira. O valor pode ainda ser reajustado para cima no mês de setembro.

O aumento na conta de luz deve aumentar ainda mais a pressão inflacionária na economia brasileira, que já vê o preço da gasolina e dos alimentos sob forte aumento nos últimos meses. Há também o risco de racionamento de energia ao final do ano, caso os índices pluviométricos não sejam capazes de recompor o nível das represas brasileiras.

O tema vem sendo evitado pelo presidente Jair Bolsonaro, que limitou-se a pedir que os brasileiros "apaguem um ponto de luz" de casa.

> Sociedade deve refletir sobre o impacto da corrupção no meio ambiente
> Supremo julga foro privilegiado de Flávio Bolsonaro na próxima terça

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo