Salles é expulso do partido Novo por atuação como ministro do Meio Ambiente

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, anunciou hoje em seu Twitter que foi expulso no Partido Novo por ter assumido o Ministério do Meio Ambiente na gestão de Jair Bolsonaro sem ter comunicado a legenda previamente.

A assessoria do partido confirma a expulsão de Salles, mas não dá detalhes sobre o processo.

"Conforme divulgado hoje por Ricardo Salles, a Comissão de Ética Partidária (CEP) do NOVO decidiu pela sua expulsão do partido, em uma decisão que ainda corre em sigilo e da qual cabe recurso. A CEP é um órgão independente, composto por filiados do NOVO que não são membros do Diretório Nacional", disse o partido, em nota.

> Salles demite diretor do Ibama após operação contra garimpeiros ilegais

O que a comissão apurava eram as ações de Salles à frente do Ministério. Em outubro de 2019 ele já havia sido suspenso do partido, após pedido do deputado estadual do Rio de Janeiro, Chico Bulhões.

"Entendemos que Salles tem atuado com grande convicção na adoção de condutas divergentes com os programas do partido Novo no tema ambiental, demitindo profissionais qualificados, desdenhando de dados científicos e revogando políticas públicas sem debate prévio", afirmou no Twitter o deputado Chico Bulhões (RJ).

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!