Centrais sindicais criticam Bolsonaro por apoio a protestos contra Congresso

Centrais sindicais divulgaram uma nota pública de repúdio nesta quarta-feira (26) ao endosso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a manifestações contra o Congresso. O militar compartilhou um vídeo no WhatsApp incentivando brasileiros a participarem do protesto dia 15 de março.

> “Criar tensão institucional não ajuda o país”, diz Maia sobre Bolsonaro

Assinada por nove entidades, entre elas a Centra Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical, o texto afirma que Bolsonaro "ignora a responsabilidade do cargo que ocupa pelo voto e age, deliberadamente, de má-fé, apostando em um golpe contra a democracia, a liberdade, a Constituição, a Nação e as instituições".

As centrais sindicais citam a legislação que trata do crime de responsabilidade e afirmam que "não há atitude banal, descuidada e de 'cunho pessoal' de um presidente da República".

"Não podemos deixar que os recorrentes ataques à nossa democracia e à estabilidade social conquistadas após o fim da ditadura militar e, sobretudo, desde a Constituição Cidadã de 1988, tornem-se a nova normalidade", escrevem.

As entidades pedem ainda que o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso se posicionem e encaminhem providências legais e necessários, "antes que seja tarde demais".

> Em tuíte, Bolsonaro não nega convocação de aliados a ato anti-Congresso

> Partidos repudiam atitude de Bolsonaro e relembram princípios democráticos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!