Bolsonaro mantém viagem à Bahia e faz pronunciamento na TV

O presidente Jair Bolsonaro não mudou a sua agenda neste fim de ano, mesmo com a orientação médica de seguir em repouso depois da queda sofrida nessa segunda-feira (23). Segundo o Planalto, o pronunciamento de fim de ano será exibido às 20h30 desta terça-feira (24). Depois disso, Bolsonaro segue em Brasília só até sexta-feira (27), porque a viagem à Bahia, onde o presidente vai passar a virada do ano, está mantida.

> Veja a íntegra do indulto de Natal assinado por Bolsonaro

Bolsonaro foi hospitalizado na noite dessa segunda-feira após cair no Palácio do Alvorada. Ele passou a noite em observação e recebeu alta na manhã desta terça-feira (24). Segundo o Palácio do Planalto, não houve intercorrências por conta do acidente e o presidente está bem. A orientação da equipe médica, contudo, foi de repouso.

Poucas horas depois de voltar ao Alvorada, porém, o presidente já recebeu o vice-presidente Hamilton Mourão e o secretário-geral da Presidência, Jorge Antonio Oliveira. O conteúdo desses encontros não foi divulgado, mas é sabido que o presidente tem até o próximo dia 31 para oficializar o valor do salário mínimo de 2020. Antes da queda, também havia a expectativa que ele sancionasse o pacote anticrime de Moro antes do recesso de fim de ano.

O recesso, por sinal, está mantido. O Planalto informou que, mesmo após passar a noite internado e receber a orientação de repouso, Bolsonaro mantém a viagem à Bahia. Ele vai passar a virada de ano na Base Naval de Aratu e só deve voltar a Brasília em 5 de janeiro.

Pronunciamento oficial

Também está mantida a exibição do pronunciamento presidencial de fim de ano. A mensagem foi gravada nessa segunda-feira (23), antes da queda que levou Bolsonaro ao Hospital das Forças Armadas, e será transmitida às 20h30 desta terça-feira, noite de Natal, na rede nacional de rádio e televisão.

Mensagem bíblica

Bolsonaro ainda não fez comentários oficiais sobre o acidente dessa segunda-feira. Quando voltou ao Alvorada, não falou com a imprensa. Nas redes sociais, publicou apenas uma mensagem pedindo apoio para o crescimento do Brasil e versículos bíblicos. Veja:

> Justiça mantém Eduardo Bolsonaro na liderança do PSL na Câmara

> Tenha a melhor cobertura do Congresso de graça no seu Whatsapp

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!