CPI da CBF tem composição definida no Senado

Articulada por Romário, comissão investigará a Confederação e o Comitê Organizador da Copa no Brasil. Ex-presidente da CBF, José Maria Marin está preso na Suíça há mais de um mês

As lideranças partidárias indicaram os nomes dos senadores titulares e suplentes  para integrarem a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 (COL).

Foram indicados para compor a CPI da CBF os senadores Humberto Costa (PT-PE), Zezé Perrela (PDT-MG), Ciro nogueira (PP-PI), Eunício oliveira (PMDB-CE), Romero Jucá (PMDB-RR), Omar Aziz (PSD-AM), Alvaro Dias (PSDB-PR), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Romário (PSB-RJ), Fernando Collor (PTB-AL), Lídice da Mata (PSB-BA) e Wellington Fagundes (PR-MT).

A composição do colegiado leva em conta o cálculo de proporcionalidade das bancadas e partidos no Senado. O pedido de criação da CPI foi protocolado por Romário, que conseguiu a assinatura de 52 senadores.

A comissão terá 180 dias para investigar possíveis irregularidades em contratos feitos para a realização de partidas da Seleção brasileira de futebol, de campeonatos organizados pela CBF, assim como para a realização da Copa das Confederações em 2013 e da Copa do Mundo de futebol de 2014.

Mais sobre CBF

Continuar lendo