PM calcula em mais de dez mil os manifestantes em apoio a Lula em Brasília

Milhares de defensores do ex-presidente Lula (PT) ocupam ruas da região central de Brasília, nesta quarta-feira (15), para acompanhar os procedimentos de inscrição da candidatura do petista à Presidência da República no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Organizada por grupos como Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e Via Campesina, a mobilização reúne neste momento mais de dez mil pessoas na Esplanada dos Ministérios, segundo cálculo da Polícia Militar do Distrito Federal.

A ideia dos defensores de Lula é fazer uma grande manifestação para que o petista, condenado a mais de 12 anos de prisão na Operação Lava Jato, possa concorrer ao pleito de outubro - algo pouco provável, uma vez que a defesa de Lula tem visto rejeitados todos os pedidos de libertação ajuizados em tribunais como Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal. Além disso, Lula deve ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que declara a inelegibilidade de condenados criminalmente em órgão colegiado. De acordo com o calendário eleitoral, termina hoje (quarta, 15) o prazo para que partidos registrem seus candidatos junto ao TSE.

A reportagem do Congresso em Foco acompanha a passeata desde cedo. As milhares de pessoas deixaram o Estádio Mané Garrincha em direção à Esplanada dos Ministérios, onde dois caminhões de som estão a postos em frente ao Congresso, e depois seguiram para o TSE.

Estudante de Agroecologia do Instituto Federal de Brasília, seção Planaltina, Raíssa Fernandes, 26 anos, mobilizou 15 colegas estudantes para participar do ato. “Avisamos o professor que não íamos pra aula hoje pra lutar pela democracia”, disse Raíssa, que participa do MST desde os 12 anos. “Recebemos muitos assentamentos durante o governo FHC [Fernando Henrique Cardoso], mas foi durante o governo Lula que foram aprovadas políticas públicas voltadas para o campo.”

“Agroecologia, com Lula é certeza que a comida é Sadia”, gritam os estudantes.

A manifestante Miriam Oliveira disse à reportagem ter vindo da Bahia especialmente para a marcha do MST. “A marcha foi pacífica diferente do que eles pensaram. Enquanto eles lutam com as armas e o poder econômico, nós lutamos com as ideias”, declarou, acrescentando que ela e seus correligionários esperam 200 mil pessoas em frente ao Congresso, um número elevado para manifestações em Brasília em dia de semana.

Manifestantes defendem Lula em BrasíliaManifestantes espalham faixas, bandeiras e cartazes pedindo liberdade de Lula e criticando adversários do petista
Luisa Marini / Congresso em Foco
Manuel Firmino de Araújo, militante do PT desde 86, também manifestou entusiasmo ao site. “Não vamos aceitar calados o que está acontecendo com o companheiro Lula. É uma covardia do Judiciário”, protestou. “Para nós da militância é emocionante ver o ato de hoje.”

Enquanto evolui a passeata, dois carros de som em frente ao Congresso são usados por parlamentares do PT e do PCdoB para discursos. Gritos ensaiados são entoados a todo o momento (“Lula presidente, não tem plano B”; “E se o povo se unir, o Sérgio Moro vai cair”, respondem os manifestantes).

Segundo a assessoria do PT, senadores, deputados e demais lideranças do partidos, vão fazer, após o protocolo do registro, um grande ato para pedir a participação de Lula nas eleições. Escolhido para encabeçar a chapa presidencial caso Lula seja impedido de ser candidato, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT) está na manifestação e deve discursar logo mais, a exemplo da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Marcha

Os militantes estão em marcha desde a última sexta-feira (10) e vieram de diversos pontos do país, por meio das chamadas “colunas” do MST. Os primeiros grupos vieram do Centro-Oeste e da Região Amazônica; o segundo, do Sul e Sudeste; e o terceiro, da Região Nordeste.

Segundo o movimento, cinco mil pessoas já se reuniam em acampamento na capital federal ontem (terça, 14). A organização diz esperar 50 mil pessoas para participar do ato em defesa do registro da candidatura de Lula.

 

MST mobiliza milhares em Brasília e diz que Lula é “sequestrado da Justiça”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!