Datafolha: 47% acham que Lava Jato não vai diminuir corrupção

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (13) revela como a população brasileira tem visto a Operação Lava Jato. O levantamento, antecipado pela Folha de São Paulo, diz que 81% dos entrevistados consideram que a Força Tarefa ainda não cumpriu seu objetivo e deve continuar. Quase metade dos brasileiros, contudo, também acredita que, mesmo continuando, a operação não será a solução para a corrupção no Brasil.

> Bolsonaro cogita vetar dispositivo do pacote anticrime

Segundo a pesquisa Datafolha, 47% dos entrevistados acreditam que a corrupção vai continuar na mesma proporção de sempre mesmo com os trabalhos da Força Tarefa. Outros 41% entendem que o problema vai diminuir. E 10% acham que o uso indevido do dinheiro público vai até aumentar. Mesmo assim, o sentimento é de que a Lava Jato deve continuar: só 15% disseram que a operação deveria acabar.

> Corrupção abala confiança no regime democrático, diz Moro

Ainda de acordo com o levantamento, o ceticismo em relação aos efeitos da Lava Jato é maior entre os críticos ao governo de Jair Bolsonaro. O índice dos que consideram que a corrupção vai continuar sobe de 41% para 67% entre os que consideram o trabalho do atual presidente como ruim ou péssimo. Já entre os que consideram o governo como ótimo ou bom, o sentimento de que a corrupção vai diminuir sobe de 41% para 72%.

O estudo mostra, por sua vez, que os eleitores do PT não são contrários à Lava Jato. Segundo a Datafolha, 75% dos entrevistados que manifestaram voto no PT disseram que a operação deve continuar. O índice só é seis pontos percentuais menor que a média geral.

A nova pesquisa Datafolha ouviu 2.948 pessoas em 176 municípios de todo o país na quinta (5) e na sexta-feira (6) da semana passada. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

> Aprovação de Moro supera a de Bolsonaro, diz Datafolha

> Tenha a melhor cobertura do Congresso de graça no seu Whatsapp

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!