Congresso em Foco

Petista diz que agenda "regressiva" de Bolsonaro dá fôlego ao seu projeto neoliberal[fotografo]Ricardo Stuckert[/fotografo]

Elite econômica abriu mão de seu verniz ao eleger Bolsonaro, diz Haddad

26.11.2018 08:47 14

Publicidade

14 respostas para “Elite econômica abriu mão de seu verniz ao eleger Bolsonaro, diz Haddad”

  1. Recanto Das Gaitas disse:

    Esse Poste do Lula só esta esquecendo de que vai ser condenado pelos seus crimes e nao vai poder fazer reunioes com seus aceclas para destruir o Brasil. Haddad, aguarda que p que é teu ta guardado. É questao de tempo para voce se juntar ao molusko.

  2. silas disse:

    Se eu estivesse no lugar desse petralha corrupto, me preocuparia com os SEUS 32 PROCESSOS…A BATA DELE COMEÇOU A ASSAR…FICA POSANDO DE VESTAL, DE PURINHO MAS É MAIS M PODRE DENTRE TANTOS DA CLASSE POLÍTICA, INCLUINDO AÉCIO, RENAN, JUCÁ & CATERVA.

  3. João Orestes Daruy disse:

    kkkkkkkkkkk, mi, mi, mi, mi….BRASIL A CIMA DE TUDO, *DEUS* A CIMA DE TODOS!!!!

  4. mariossergio disse:

    Haddad encontrou os culpados pela sua derrota:

    1. a ascensão da extrema-direita no país;
    2. o autoritarismo que cresce dentro de instituições democráticas;
    3. a retirada do presidiário Lula da disputa;
    4. a prevalência de interesses econômicos dos Estados Unidos na América Latina;
    5. Ciro Gomes;
    6. o “fenômeno evangélico” (sic).

    Só não culpou o partido mais corrupto do Brasil, o PT, pelo qual concorreu à presidência.

    E ainda tem a desfaçatez de afirmar que “o momento é de unir a esquerda para impedir retrocessos na democracia”. E desde quando pode-se colocar as palavras “esquerda” e “democracia” na mesma frase?

  5. mariossergio disse:

    Haddad encontrou os culpados pela sua derrota:

    1. a ascensão da extrema-direita no país;
    2. o autoritarismo que cresce dentro de instituições democráticas;
    3. a retirada do presidiário Lula da disputa;
    4. a prevalência de interesses econômicos dos Estados Unidos na América Latina;
    5. Ciro Gomes;
    6. o “fenômeno evangélico” (sic).

    Só não culpou o partido mais corrupto do Brasil, o PT, pelo qual concorreu à presidência.

    E ainda tem a cara de pau de afirmar que “o momento é de unir a esquerda para impedir retrocessos na democracia”. E desde quando pode-se colocar as palavras “esquerda” e “democracia” na mesma frase?

  6. Valdir disse:

    Coitado gente! Estamos aqui emitindo opiniões sobre esse monte de m… que ele arrotou, e o coitado ainda nem leu a matéria. Sim, porque a essa hora (13:00h), o Jaiminho ainda está nanando….. ZZZZZZZzzzzzzz

  7. Jeferson Matos disse:

    No Brazil poste fala.

  8. Hideraldo Hito disse:

    Volte a dar “aula” aos seus discípulos, bosta.
    É muita demora nestes processos julgando ladrões. Tá na hora de mudar estas regras.
    Este verme tbém já deveria estar fazendo companhia ao seu chefe, o ladrão mor deste país.

  9. Fábio disse:

    Este portal viveu seu momento mais baixo apoiando esse preposto de presidiário com 32 processos nas costas, integrante da legenda do petrolão. Com que credibilidade entregarão prêmio de ética depois disso?
    E pelo jeito seguem querendo se rebaixar, dando manchete para o discurso político do recém-réu.

  10. ezequiel-sp disse:

    De “verniz” ele entende bem. R$ 600 mil o quilometro de ciclofaixas. Isso não tem preço…kkkk

  11. Luiz Gustavo Chrispino disse:

    Acho uma falta do que falar. Se por acaso o Haddad tivesse ganho seria “DEMOCRACIA PLENA”, como perdeu FEIO lança mão desses subterfúgios. Até para reclamar os Petistas são Pobres de Espírito e de capacidade. Só quando vencem a coisa está correta.
    Sr. Haddad, procure melhorar seu partido, ele teria TODAS AS POSSIBILIDADES de ter feito a TOTAL DIFERENÇA no Brasil, mas, preferiu o viés contrário: o do Quadrilhismo, em vez do Brasilianismo ou Nacionalismo.
    Lugar bom para chorar é na cama que é quente, pois, depois do LEITE DERRAMADO, agora só resta alguém vir limpar. Isso é o que esse novo governo se propõe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via