Congresso em Foco

Gilmar Mendes proferiu voto que desempatou a votação[fotografo]Carlos Moura/STF[/fotografo]

Gilmar Mendes quebrou decoro 32 vezes, acusam autores de pedido de impeachment. Veja casos apontados

14.03.2019 18:12 3
Atualizado em 10.11.2020 11:29

Publicidade

3 respostas para “Gilmar Mendes quebrou decoro 32 vezes, acusam autores de pedido de impeachment. Veja casos apontados”

  1. Valdir disse:

    Ninguém está acima da lei!
    Assim, não há nenhuma ilegalidade no pedido de “impeachment” do ministro Gilmar Mendes. Ao contrário é um “direito constitucional” de qualquer cidadão.
    Que o presidente do senado de o aceite e que seus membros abram o processo de “impeachment”.

  2. Edu Martins disse:

    Hipocrisia, cretinice, a gente vê nessa elite putrefata que integra bancas e cortes neste país! Muitos deviam estar cumprindo longas penas de prisão por atos indecorosíssimos cometidos ao longo do tempo contra a Constituição, a própria Justiça, a democracia e o povo.
    Do meu ponto de vista (modesto, até, dadas as circunstâncias horrorosas em que nos encontramos), eu gostaria de vê-los, a todos e a todas, se engalfinhando entre si de tal maneira que não sobrasse um ou uma pra contar história. Seria uma limpeza e tanto nessa caixa-preta e um benefício excepcional para o país!
    Contudo, à falta dessa que seria uma verdadeira revolução, que o GM permaneça aonde está e seja como pedra nos sapatos de fascistoidezinhos marrecos do paraná e outros, até que o povo possa derrotá-los politicamente e, assim, os recolher à insignificância da qual jamais deveriam ter sido retirados por medíocres, hipócritas e corruptos que são!

  3. Alberto disse:

    Quebrar decoro, roubar, vender sentenças é apenas um passaporte para viver o resto da vida gozando o que roubou e recebendo recompesa por ter roubado. Aposentadoria compulsória. Só vale a penas ser ladrão se for ministro ou juiz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via