Congresso em Foco

Carlos Bolsonaro [fotografo]Reprodução/Youtube[/fotografo]

Carlos Bolsonaro ironiza morte de Alfredo Sirkis: “O ódio do bem”

11.07.2020 08:34 38

Publicidade

38 respostas para “Carlos Bolsonaro ironiza morte de Alfredo Sirkis: “O ódio do bem””

  1. Valdir disse:

    O MUNDO DO CINEMA ESTÁ DE LUTO
    Faleceu no último dia 06/07, aos 91 anos, Ennio Morricone!

  2. Ernesto Freire Pichler disse:

    Sirkis teve uma trajetória de vida muito mais digna e heroica que esse Bozero. Lutou contra a ditadura patronal-milical e agora pelo meio ambiente, foi uma grande pessoa, um grande patriota.

  3. Name disse:

    Primeiro questionamento que levanto é: Por que sempre que o assunto é algum dos Bolsonaros, sempre citam que é filho do presidente? Para quem estudou Consciência Crítica da Realidade, fica fácil de saber qual a intenção do autor por trás de suas palavras. Tal comportamento revela o desejo de prejudicar a imagem do presidente. Quanto ao acidentado em questão, lamento pelo ocorrido. Porém, morrer de acidente (desde que não seja causado por terceiros) é sempre melhor que morrer nas mãos dos bandidos que os camaradas dele tratam como “vítimas da sociedade”.

  4. Capitalista disse:

    O tal MC reaça que espancou a amante pensando por que pensava que ela estava gravida, e quase matou ela,esse é gente de bem pro bozos, o queiroz é gente de bem dos bozos, o miliciano adriano que ganhou medalha doz bozos, assassino confesso, esse é gente de bem pra eles

  5. Jorge Teixeira Carneiro disse:

    Quando o Ódio é ”do Bem”, ele é defendido e elogiado no Uol. Quando o Ódio é ”do Mal”, ele é execrado. Conseguiram dividir até a opinião sobre o Ódio.

  6. Carlos disse:

    o boçal filho fake sendo ele mesmo

    • Cris Oliva disse:

      Kkkkkk! Aposto que vc nem tem ideia do seja “fake”!

      • Capitalista disse:

        Gado detectado., muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

      • Carlos disse:

        sei não , também não sei, me diz, vereador eleito no rio trabalha a onde?

        • Jorge Teixeira Carneiro disse:

          Não trabalha. Os vereadores no Rio não trabalham. Pergunta ao Minc, Benedita, Sirkis, Marielle.

          • Ernesto Freire Pichler disse:

            Marielle trabalhava no Rio, defendendo os mais desamparados e até policiais decentes, vítimas dos bandidos e milicianos. Benedita foi uma grande defensora das empregadas domésticas. Sirkis um defensor do ecoambiente. Já esse carlos, um defensor de milicianos e da rachadinha.

          • Jorge Teixeira Carneiro disse:

            Na Gaiola de Ouro ninguém trabalha. Por isso que o Carluxo passa a semana em Brasília. A única coisa que eles sabem fazer é dar Título de Cidadão Honorário e mudar nome de rua na cidade do Rio de Janeiro. O Sirkis foi um ecologista de praia, que nem eu. O Minc entende bastante de ecologia e de rachadinha também. Já trocou de partido umas 5 vezes. Já a Benedita é guerreira, empregou a FAMÍLIA INTEIRA no serviço público. Quanto à Marielle, ela combatia a Milícia, mas estimulava o CV. Ou seja, tinha bandidos de estimação.

    • Jorge Teixeira Carneiro disse:

      Ele é o Chefe do gabinete do Ódio do Mal. Quem será que é o chefe do Gabinete do Ódio do Bem?

      • Felix disse:

        Não existe isso nesse desgoverno.

        • Jorge Teixeira Carneiro disse:

          Evidente que não. Ele existe na Globo, na Folha, no UOL, no Congresso em foco. Esses podem desejar a morte á vontade. Ainda são elogiados.

          • Felix disse:

            o bozo desejou a morte da dilminha. Mas, existe um gabinete do Bem no ‘governo’ dele? É evidente que não.

          • Jorge Teixeira Carneiro disse:

            Evidente que não tem Gabinete do Amor em lugar nenhum. Mas falta à esquerda, principalmente ao PT e ao PSOL reconhecerem que existe o Gabinete de Ódio de Esquerda, composto por políticos e jornalistas de esquerda. Alguns até que já se foram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via