Congresso em Foco

Bolsonaro e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu[fotografo]Fernando Frazão/ABr[/fotografo]

Bolsonaro admite ceder base militar para os EUA e confirma transferência de embaixada em Israel

04.01.2019 10:03 20

Publicidade

20 respostas para “Bolsonaro admite ceder base militar para os EUA e confirma transferência de embaixada em Israel”

  1. Antonio Carlos Jr Zamith disse:

    Tem que perguntar ao Trump quer isso. Melhor seria doação de mais armamento como os SeaCobra. aviões cargueiros leves e navios para marinha do Brasil. Caças é mais difícil que o Brasil não tem como reformar pagando a SAAB os superfaturados Gripen que a máfia pt comprou. Emprestar uns F-15 para proteger Manaus não dá da corja cubana/russa/ hezbollah e seus sabotadores vindo da Venezuela.

  2. Ernesto Freire Pichler disse:

    A Venezuela é mais democrática que os EUA e que o Brasil, onde as eleições são determinadas por fake news e poder econômico. Os EUA odeiam democracias. Preferem ditaduras como a da Arábia Saudita. Se esse nosso milico louco quiser fazer guerra, estarei com os venezuelanos.

    • Edison Sampaio disse:

      Perdão, mas seu nome deve ter sido dado em homenagem a outro Ernesto – o Guevara, que além de assassino psicopata, adorava uma mandioca atrás das moitas de Serra Leoa.
      Ô Ernesto, cria juízo, rapaz, onjassiviu dizer q Venezuela é uma democracia? Mas que distorção é essa? Está se esquecendo dos milhões de venezuelanos q estão fugindo daquela ditadura por causa da fome imposta por Maduro? Eu, hem?

      • Ernesto Freire Pichler disse:

        Não Edison, a fome na Venezuela é resultado da sabotagem dos que querem derrubar o presidente legitimamente eleito. E Guevara foi um grande herói da humanidade. É claro que os que são contra o socialismo inventem as mentiras mais estúpidas contra ele.

        • Edison Sampaio disse:

          Ernesto, perdoe-me por ter relacionado seu nome ao daquele mercenário. Sobre vosmicê eu nada sei, mas sobre aquele já li muito a respeito. Era um engolidor de espadas que vendia seus serviços de assassino psicopata a quem pagasse pelo seu prazer doentio de matar (e “dar”). Assim, fez campanhas genocidas e amorosas não só em Cuba, torturando e matando quem discordava das opiniões do pedófilo e homossexual barbudo (que hoje dá plantão nos quintos dos infernos). Praticou também suas especialidades mercenárias em vários países da América Latina e também na África. Por último, agia na Bolívia, onde foi, por fim, despachado para virar churrasco do capirôto (kekeke!!!). E que Deus nos livre e guarde de alguém com o nefasto perfil de Guevara – o que adorava uma vara.
          Qto à sua afirmação de que a miséria e a fome na Venezuela é resultado da sabotagem que praticaram contra o ditador Maduro, é claro que vosmicê está com brincadeira de mau gosto. Não sei se vc sabe que as ditaduras de Chavez e Maduro, a despeito de terem acumulado fortunas desviadas dos cofres públicos, absolutamente nada fizeram em prol da indústria de transformação e nem em prol da agricultura e pecuária do país. Um país que, no início do século XX, exportava café, cacau, gado, açúcar, tabaco, batata doce, couros bovinos e borracha, hoje nada produz para subsistência de seu povo. A principal atividade econômica é a exploração e refino de petróleo, hoje em plena decadência, em função da mudança da matriz energética dos países compradores, sem contar com as gestões temerárias dos “governos bolivarianos”…
          Ernesto, este valoroso fórum não é espaço para aulas de História. Recomendo-lhe, portanto, que leia outros livros que não sejam os recomendados por Paulo Freire e o Foro de São Paulo. Abrçs!

          • Reginaldo Lucia disse:

            Muito bem dito Sr. Edison. Penso da mesma forma. Entendo que o maior fator para a queda da produção de petróleo na Venezuela ainda é a ineficiência e corrupção das estatais, pois sabemos que estatais são cabide de empregos para políticos e o maná para seus empregados. Como exemplo, cito a petrobras. A Venezuela tem as maiores jazidas conhecidas de petróleo do mundo, 80 bilhões de barris, e a produção vem caindo vertiginosamente pois o estado é mal gestor ainda mais sendo uma ditadura comunista. Hoje produz meros 1,4 milhões de barris por dia.
            O que não sabia era que o Che gostava de um salame, sempre ouvi e li que ele assassinou muitos homossexuais por odiá-los. Vai entender!

          • Edison Sampaio disse:

            Pois é, “estudos da personalidade” do Che trouxeram à tona que toda sua ira assassina devia-se ao fato de não ter coragem de vestir rosa-Damares. O Che, na verdade, era uma menina. Em algum momento, sonhador e chupando um enorme charuto cubano, disse “Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás”. Tentava sair do armário, mas nunca ousou fazer isso.Bancava o durão por falta de coragem de desabrochar. Aliás, a frustração de Che era tão grande que ele passou a matar a viadagem da ilha por inveja das colegas que rodavam bolsinha na Baía dos Porcos. Uma coisa doentia. Só encontrava conforto nos braços do Comandante Fidel, que também adorava mandiocas e charutos (dizem que Lula passou a gostar disso depois que foi a Cuba).

          • Reginaldo Lucia disse:

            kkkkkkk, esse pessoal da esquerda gosta de “experimentar” de tudo. Até ai, tudo bem, o problema é que insistem em querer que todo mundo façam igual a eles. Vpqp!

    • Antonio Carlos Jr Zamith disse:

      só para quem come cachorro, rato e gatos fascista de esquerda

      • Ernesto Freire Pichler disse:

        Sr. Zamith, não existe fascista de esquerda. O fascismo é de direita, como seu Bibiman. Nós, os sionistas de esquerda defendemos o humanismo do judaísmo, contra o regime de apartheid, o militarismo e racismo característicos do fascismo.

        • Antonio Carlos Jr Zamith disse:

          vc e sua corja vão pagar pelo que fizeram no brasil e ao povo da Venezuela. Sua democracia fascista de lá não terá aqui. Os 77 mil refugiados em RR falido pelo seu PT irão logo retornar para casa quando seu Carniceiro Maduro com seus cubanos forem derrubados.

        • Edison Sampaio disse:

          “…Nós, os sionistas de esquerda…” – Bem, agora está explicado: vosmicê é um judeu sionista (graças a Deus, nem todo judeu é sionista!).

  3. Edison Sampaio disse:

    Meu Deus…! Olha, não sou anti-semita, mas sou anti-sionista mesmo. Detesto o sionismo e, pior ainda, os judeus sionistas. Sinto tristeza e vergonha ao ver um patriota apoiando esse movimento invasor, que é poderoso e, muito pior ainda, sinto profundo desgosto ao ver foto do presidente de nossa República, usando esse ridículo quipá e abraçando logo o Netanyahu que, além de sionista-mor, carrega na cacunda o peso de criminoso genocida e de envolvimento (ele e a família dele) em corrupção, desvios de recursos e bandalheiras diversas. É claro que devemos nos relacionar com Israel, assim como como todos os países do mundo, mas isso deve se dar apenas no âmbito comercial, industrial, científico, cultural, mas nunca no âmbito religioso e ideológico.
    Esse é mais um fora de Bolsonaro, no qual boto fé, mas não por ele e sim pelo gabinete que montou. Contudo, ele precisa ser contido, pois é dado a essas condutas que extrapolam o bom senso.
    Abraçar esse judeu sionista não é tão diferente de abraçar Maduro e os piores ditadores que a humanidade já conheceu.

  4. Dila Costa disse:

    Bozo só pensa em Forças Armadas, quem não percebeu ainda que esse “doido tá doidinho” pra colocar o Brasil em um guerra é melhor Jair Acordando.

  5. João Ostral disse:

    Irmanam-se os fascistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via