Congresso em Foco

A presidente da CCJC, Bia Kicis [fotografo]Najara Araujo/Câmara dos Deputados[/fotografo]

Impeachment de ministros do STF é rejeitado na CCJ. Veja votos dos deputados

05.05.2021 18:43 21

Publicidade

21 respostas para “Impeachment de ministros do STF é rejeitado na CCJ. Veja votos dos deputados”

  1. Rafael Backup disse:

    Excelente…! Assim o Bolsonaro nao poderá indicar novos juizes para o STF e aparelhar o Judiciario. E a bancada evangelica saiu derrotada, eles que fiquem lá na igrejinha de alvenaria de reboco..!!

  2. Nabo disse:

    TEVE 32 ORANGOTANGOS DE CIRCO VOTANDO A FAVOR DESSA PERDA DE TEMPO??

  3. RômuloJ. Vieira disse:

    Não tenho a menor idéia, e não interesso em saber, mas se alguem for a fundo vai descobrir que a maioria da “turma” do não já deve ter a capivara na mão dos ministros do tribunalzão!!!…Porque votariam no não, se estão vendo com os próprios olhos dia a dia a intromissão feroz desse tribunal nos outros poderes!….Eita Brasil!…Condenado eternamente a ser uma nação de segunda classe !!!

    • Alexo disse:

      “Intromissão” = tripartição dos poderes.

    • RN disse:

      Por outro ponto de vista, quem votou SIM “já deve ter a capivara na mão dos ministros do tribunalzão” e querem que eles não metam o dedo, precisando de aliados lá dentro para engavetarem seus erros.

      • RômuloJ. Vieira disse:

        Vc não entendeu nada !!!…Esse “Tribunalzão não deveria nem existir!…Porque precisamos dele como sociedade?…Todos os assuntos penais deveriam ser resolvidos em primeira e segundas instâncias do Poder Judiciário, e os endinheirados poderiam até recorrer ao STJ que tem a palavra “Justiça” no nome. Esse “Tribunalzão” deveria ser apenas um tribunal constitucional para resolver pendências apenas de relevância constitucional e só, e deveria se chamar TCF. Mas os constituintes cagões de 88, tinham pavor de um executivo forte, então trataram de limitar suas ações, através dos artigos e incisos pertinentes a esse tribunalzão,que assim virou o quarto poder de fato!..Leia a Constituição, vá conferir!

        • Jorge Teixeira Carneiro disse:

          Mas a função do STF sempre foi essa,
          Dirimir dúvidas quanto à aplicação da constituição.

          ”O Supremo Tribunal Federal é o órgão de cúpula do Poder Judiciário, e a ele compete, precipuamente, a guarda da Constituição, conforme definido no art. 102 da Constituição da República”

          • RômuloJ. Vieira disse:

            Tá tudo errado Jorge!…Prá começar porque se chama “Supremo”?…Em uma “democracia” não cabe a palavra “Supremo”…Deveria sim ser o guardião da Constituição, mas deveria ser só o TCF de Tribunal Constitucional Federal,aí seria o tribunal coroa do Poder Judiciário, do jeito que foi armado, ele engoliu o Poder Judiciário, veja o que fizeram com as decisões do Juiz Sérgio Moro e dos Desembargadores do TRF 4 de Porto Alegre, não seria função deles.E para piorar no Artigo 103 tem alguns incisos que permitem que partidos políticos se abdiquem de exercerem de fato seus mandatos no Congresso, porque é muito mais fácil entrar com recursos via inciso 8 desse Artigo no “Supremo”, que fica “obrigado” a intervir nos outros tres poderes. Foi exatamente isso que ocorreu agora com a intervenção de um ministro do “Supremo” atendendo um pedido do Sen. Kajuru,para abrirem essa CPI.

          • Jorge Teixeira Carneiro disse:

            Antigamente era, de alguns anos para cá virou ”plantão judiciário”, funciona até aos domingos e feriados para a concessão de liminares.
            A toda hora alguém aciona o STF por qualquer coisa.

        • RN disse:

          Se pensar assim, o governo também não deveria existir. Um bando de vag@bundos que empregam outros vag@bundos que não fazem nada, a não ser por eles mesmos. Deveriamos ser (e talvez já sejamos) uma Anarquia…

  4. ezequiel-sp disse:

    A i five

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via