Congresso em Foco

Deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) [fotografo] Michel Jesus/Câmara dos Deputados [/fotografo]

Deputado quer apresentar PEC que limita teto do funcionalismo a R$ 6 mil

24.08.2020 11:22 22

Publicidade

22 respostas para “Deputado quer apresentar PEC que limita teto do funcionalismo a R$ 6 mil”

  1. Herisson disse:

    Se é aprovada uma asneira dessas, o serviço público deixará de ter as melhores cabeças. Aí o Estado será verdadeiramente ineficiente colocando em seu quadro de pessoal somente aqueles que não conseguirem se encaixar na iniciativa privada.

  2. Name disse:

    Eu apoio esta idéia. Finalmente um parlamentar que não legisla em causa própria. Parabéns.

  3. xandixsp disse:

    Quer fazer economia para os cofres públicos destruindo o Estado.Sim, porque se vc não valoriza o servidor vc destrói o Estado e as politicas públicas de Educação, Saúde etc.Assim é fácil. Eu vendo a Petrobrás pros gringos; “lucro” tantos bilhões. Privatizo as Universidades Federais e arrocho os salários de seus professores e servidores: “Lucro” mais tantos bilhões. Essa é uma “lógica” burra. Pq no fim não sobra nada. Nem o dinheiro nem o patrimonio e nem o serviço das instituições.
    E tem mais. O sujeito estuda, se esforça e entra no serviço publico onde não pode ter empresa, muitas vezes em regime de dedicação exlusiva, não pode ser sócio de negócio algum e no final vai sair sem nada, gannhando 6 mil e sem FGTS? Que idiotice!!!!!

  4. xandixsp disse:

    Manda o deputado viver com 6 mil

    • Name disse:

      Eu vivo com 1.700 Reais por mês. Você não consegue viver com 6 mil?

      • xandixsp disse:

        Olha, eu já vivi até com 1.000. E tb com menos do que isso numa fase de minha vida. Mas estudei e me esforcei então não admito que ninguém venha dizer como tenho que viver pois conquistei meu cargo publico honestamente. Não comprei vaga no concurso muito menos tive apadrinhado político. Também tem gente que vive com 10 reais por dia e mora debaixo do viaduto. Vc consegue também se quiser. Mas eu não. Acho que temos que evoluir e não regredir.

      • xandixsp disse:

        Problema seu, parceiro

        • Name disse:

          Excelente resposta. Isso mostra bem o seu perfil e valida o que eu disse.

          • xandixsp disse:

            Me desculpe, o senhor não entendeu. O problema não sou eu ou os servidores ganharem melhor.
            O senhor é que não deveria ganhar tão pouco.
            Nos países desenvolvidos a diferença entre os salários do setor público e privado quase não existe pois ambos ganham bem.
            Não é o servidor que tem que descer ladeira abaixo.
            É o senhor e a maioria dos brasileiros que devem ganhar mais e em vez de acreditarem na marmota desses políticos enganadores que querem jogar vcs contra nós servidores, vcs deveriam lutar para deixarem de ser explorados pelos maus empresários que lhes pagam tão mal. O Congresso hoje é formado por uma maioria de empresários. Acha mesmo que eles estão preocupados com o senhor e que o dinheiro retirado do rebaixamento do salário dos servidores vai chegar até vc? Eles querem desviar sua atenção pra continuar te explorando e fazer vc acreditar que os servidores públicos são os culpados de o senhor ganhar tão mal.
            Além disso existem vários deputados processados pq não honram nem as leis trabalhistas. São esses que querem tb que o senhor acredite que a Justiça do Trabalho tem que acabar pq os servidores só são despesa.
            Pense nisso um pouco.
            E mais. Se um servidor perder a estabilidade e o emprego será menos um para atender a população pois rico não precisa de serviço público.
            Não se deixe enganar, meu amigo.
            Desejo muita saúde para o senhor e que Deus o proteja assim como sua família tb.

  5. Sebastião L Machado disse:

    O deputado poderia incluir, se tiver coragem para tanto, a redução drástica das forças armadas. E, para dar exemplo e credibilidade à sua proposta, abrir mão dos próprios subsídios e vantagens.

  6. solon mota e silva disse:

    Este coreano é um demagogo vulgar,e não conhece a administração Pública,nem Direito constitucional,e assim sendo eu proporia um salário mínimo a este deputado medíocre e lambe botas dos grandes empresários e dos Estados Unidos,e que entregue o seu apto.funcional etc…Deve ir a um circo e se apresentar como palhaço.Bobalhão.

  7. Robson Taylor de Barros Taylor disse:

    Gostei da piada dessa matéria e proposta. Não tem salário indexado à inflação e desde 2015 sem correção do salário. A tabela do IR está congelada há 15 anos, o desconto do INSS no salário passou de 11 para 14%, pagamos 27,5% de IR, total de 41,5% do salário. E mais, deputado medíocre, temos 3 tipos de servidores no serviço público: os que entraram antes de 2003 que seguem regras do tempo de ingresso, o meu caso que entrei em 1989; os que ingressaram entre 2004 e 2013, em transição; e os que entraram depois de 2013, que devem ficar vinculados ao regime privado do servidor. Tem tanta coisa, que se fosse escrever daria um livro. Se formos votar algo, que tal reduzir o Congresso de 513 para 81 deputados, igual ao Senado, acabar com a verba de gabinete e vetar contratação de assessores sem concurso bem como reduzir o número de municípios em torno de 3 mil, acabar com os requisitados no serviço público e motoristas para esses nobres parlamentares.

  8. RO disse:

    Tá, ai acha que vai contratar técnicos de nível superior como? Pode ser salário alto pra um assessor qualquer que só tá ali porque tem conchavo político, mas é um salário baixo pra um médico, professor universitário, advogado ou engenheiro. Vai tocar a maquina pública só com gente sem formação? Não dá.

  9. Capitalista disse:

    Esses minions tem deficiência mental, um agente da PF, um professor universitário com phd, um promotor publico, um especialista tecnico com doutorado ganhar 6 mil reais? hahahaha, o cara quer destruir orgãos de controle do estado,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via