“Se eu não tiver cabeça no lugar, eu alopro”, diz Bolsonaro sobre caso Flávio

coafflavio bolsonaroJair BolsonaroMinistério PúblicoPolícia Federal
Comentários (3)
Comentar
  • Wagner Ricardo Santos

    Bem é nítido que o presidente precisa de ajuda profissional para tratamento psiquiátrico se somente algumas perguntas o faz ” perder a cabeça” ele devia se afastar do cargo ou a Câmara dos deputados deviam afasta-lo antes que faça mais estrago no pais ou pior. Aos meus colegas brasilienses tenham cuidado com o presidente ele é capaz atear fogo em brasília como Nero fez em Roma.
    Se apertar ele … além de babar vai chamar o exercito para perseguir todos que não pensam como ele Deus nos ajude

  • Valdir

    O que o Presidente não pode fazer é jogar pelo ralo o bom governo que vem fazendo para tentar proteger o filho.
    Errou, tem que pagar pelo erro. Rachadinha é crime.
    Só espero que o MPRJ e a mídia, não sejam parciais e dêem a mesma exposição aos outros 27 deputados citados pelo COAF, e não só o do Flávio Bolsonaro/Queiroz, como por exemplo, o André Ceciliano/Elisângela Barbieri.

  • Natanael

    O presidente, realmente, não tem a cabeça no lugar. É só vê o seu comportamento com os repórteres.