Salário de parlamentar cresceu mais que mínimo nos últimos dez anos

Levantamento feito por jornal mineiro mostra que vencimento dos parlamentares cresceu 222,4% desde 2001. Nesse período, piso salarial subiu 202,7%

Levantamento de O Tempo mostra que crescimento do mínimo não acompanhou evolução do salário dos parlamentares

Apesar de ter triplicado nos últimos dez anos, o salário mínimo não conseguiu ter o mesmo desempenho dos vencimentos dos parlamentares. Enquanto o mínimo cresceu 202,7% no período, o salário de deputados e senadores aumentou 222,4%. Os dados fazem parte de levantamento feito pelo jornal O Tempo, de Belo Horizonte. A disparidade é ainda maior quando a comparação é feita com determinadas categorias profissionais. O piso salarial de bancários, metalúrgicos, rodoviários, comerciários e professores da rede particular, por exemplo, cresceu entre 101,8% e 138,5% nesse mesmo período. Ou seja, praticamente metade da evolução salarial dos congressistas.

O salário dos parlamentares pulou de R$ 8,28 mil, em 2001, para R$ 26,7 mil. O último reajuste, autoconcedido por deputados e senadores na virada do ano, foi de 61,8%, apesar de a inflação dos quatro anos anteriores (período em que eles ficaram sem aumento) não ter passado dos 20%. Nos últimos dez anos, o salário mínimo teve evolução recorde, passou de R$ 180 para R$ 545, mas não conseguiu alcançar a variação dos vencimentos dos parlamentares. Leia a íntegra da reportagem em O Tempo.

Leia ainda no Congresso em Foco:

56 anos separam mínimo de salário de parlamentar

Parlamentares ficam de bolso cheio e boca calada

Continuar lendo
Publicidade Publicidade