Congresso em Foco

Sistema Único de Saúde (SUS) [fotografo] Agência Brasil [/fotografo]

Sociedade Brasileira de Infectologia reafirma posicionamento contra hidroxicloroquina

17.07.2020 21:27 6

Publicidade

6 respostas para “Sociedade Brasileira de Infectologia reafirma posicionamento contra hidroxicloroquina”

  1. Fatima Carvalho disse:

    A Sociedade brasileira de Medicina liberou os médicos para adotarem o protocolo que quiserem. A explicação dela é clara e objetiva.

  2. RômuloJ. Vieira disse:

    Soa esquisito demais uma entidade de nome pomposo como essa se manifestar de forma veemente assim!…Nos Estados Unidos uma entidade ligada ao Instituto Ford testou mais de 2300 pessoas e desmente esses infectologistas, a propósito, o Sr David Uip é um infectologista e estava à direita do Dória, pegou a Covid e usou a cloroquina, e aí?…

  3. Vince disse:

    Quem sao este Drs. que queimam o juramento medico fazendo uma decalracao desta….Este Sr. Imbecis de branco nao sabem nem fazer pesquiza sobre o caso em si…..So visitem o Site do FORD HEALTH INSTITUTE de MICHIGAN e ou recomendo a este idiotas irem na sociedade internacional de infectologia ISID.ORG (acho que e uma sociedade um pouco mais conceituada que estas de sociopatadas assassinos infectologsitas) para ver o mesmo estudo feito com mais de 2600 pacientes desde Marco usando este medicamento no combate do VIRUS CHINES. ESTE MEDICAMENTO TEM SIM REDUZIDO A SEVERIDADE DA DOENCA SE APLICADO NO MOMENTO CORRETO E COM A DOSE CORRETA……NAO salva ninguem que ja esta em fase avancada ou entubado…..este BOSAIS do SBI deveriam ser no minimo honestos de dizer a verdade…….da NOJO de VER MEDICOS RASGANDO JURAMENTO QUE FIZERAM…….o PIOR que estes sabichoes nao propem nada……qto dinheiro estes imbecis estao levando?!?!?!?!?!

    • Valdir disse:

      Eu já ia citar esse estudo. Foram 2.541 pacientes.
      Esses idiotas, para mim, são bandidos da saúde a serviço de bandidos da política.
      Esses dois estudos que eles citam foram feitos com apenas 491 pacientes e com 293 pacientes, e é preciso analisar as diferenças nos procedimentos adotados, como dosagem, período de aplicação, combinação com outros medicamentos, etc.
      São sim, uma cambada de vagabundos, inclusive a imprensa marrom, que ajuda a disseminar essas “mentiras encomendadas”.
      Parabéns pela postagem.

    • Ricardo disse:

      Esse estudo a que você se refere foi observacional e já foram feitas diversas críticas comparando, por exemplo, a faixa etária significativamente maior em relação às pessoas do estudo que não tomaram o medicamento. Além disso, os que tomaram o medicamento foram tratados com esteróides também., fora os aspectos relacionados à raça caucasiana, que teve proporção muito maior naqueles que não tomaram o remédio (os caucasianos estão mais propensos a desenvolverem a fase grave da doença e portanto virem a óbito). E o mais importante: OS PRÓPRIOS AUTORES DO ESTUDO DISSERAM FIRMEMENTE QUE OS SEUS RESULTADOS NÃO DEVEM SER APLICADOS A PACIENTES FORA DO AMBIENTE HOSPITALAR, além de carecer ainda de confirmação de testes randomizados e controlados.

      A nota da SBI está baseada em dois estudos internacionais do tipo randomizados e duplo-cego. Esse diabo desse medicamento não presta nem pra tirar verme da cabeça de bolsonarista.

      • Vince disse:

        Vc esta errado vai ler por favor….o estudo seguiu o protocolo do DID (vc sabe o que e) e foi revisado por varios epidemiologistas e por isto esta No site do ISIG.Org……agora a instituicao brasileira e muito mais importante ou capaz que o ISID, como tudo no Brasil a ordem das coisas estao invertidas…..oras faca me um favor……..estes idiotas sao os verdadeiros genocidas……..qual e a opcao que eles oferecem mesmo…….Tilenol e ficar em casa!?!??!?!??!?!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via