Congresso em Foco

Vídeos e Lives

O guarda da esquina como ameaça. Outra vez

24.03.2018 09:00 1
Atualizado em 26.03.2018 19:01

Uma resposta para “O guarda da esquina como ameaça. Outra vez”

  1. Fábio disse:

    O autor, militante de extrema esquerda, até constrói um raciocínio razoável de início (o de que existem resquícios de autoritarismo em nosso país), mas arruína seu texto ao colocar como exemplos o suicídio do reitor e o fechamento à caravana do condenado Lula.
    Ora, as investigações em torno do reitor prosseguem, mesmo após sua morte, e os indícios de que cometeu crime são muito razoáveis. Que ele tenha se suicidado, eis uma tragédia pessoal e familiar, mas então a PF não pode mais investigar? O autor confunde o exercício de uma função básica do Estado (investigar) com autoritarismo.
    O mais ridículo, sem dúvida, e indicativo de fanatismo partidário, foi colocar o protesto contra a caravana da corrupção do Lula como forma de autoritarismo. Vamos ver se entendemos bem a visão do radical esquerdista que escreve essas linhas: na opinião dele, é perfeitamente normal que um condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro, já inelegível, desfile pelo país fazendo campanha eleitoral antecipada e vomitando ódio contra todos que a ele se opõem. Mas fazer protesto contra isso é autoritarismo.
    Faltou o autor mencionar o autoritarismo da esquerda, mas liberdade intelectual para isso talvez ele não tenha. Dizer que a maior agremiação de esquerda do país (PT) apoia abertamente uma ditadura (a venezuelana) que só no ano passado assassinou 150 pessoas que a ela se opuseram nas ruas, e que mantém presos políticos e censura a imprensa. Ora, essa não é uma força política apoiando abertamente o autoritarismo?
    E por que não mencionar o autoritarismo das hordas do MST e do MTST? Ou o autoritarismo dos cineastas esquerdistas que no Cine Pernambuco retiraram seu filmes porque não sabem conviver com o diferente e não aceitaram a exibição de um documentário que contrariava seu castelinho ideológico?
    Quer criticar o autoritarismo com legitimidade? Então diga como ele se manifesta em todas as suas formas, em como é explorado pelas diferentes forças políticas brasileiras. Do contrário não convence.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via