Congresso em Foco

Marielle Franco foi assassinada em 14 de março de 2018, junto com seu motorista Anderson Gomes [fotografo]Guilherme Cunha / Alerj[/fotografo]

Governador do DF veta criação de praça Marielle Franco

23.01.2020 12:18 32

Publicidade

32 respostas para “Governador do DF veta criação de praça Marielle Franco”

  1. roberto azmann disse:

    Não há motivo relevante, para dar o nome dessa senhora, a uma praça.

  2. Francisco Antonio de Carvalho disse:

    O projeto apresentado por esse deputado, bem demonstra a capacidade de alguns políticos, principalmente de partidos como PT/PSOL/PC do B e outros de esquerda, que na sua composição quase sempre, são de pessoas sem qualquer cultura. Essa tal Marielle já passou de todos os limites toleráveis!!!! CHEGA!!!!!

  3. silas disse:

    Decisão acertadíssima…Essa mulher além de ser sapatão, fez o quê ? Nada de relevante…Se por ter sido assassinado merecesse praça, TINHA QUE FAZER 10 MIL POR ANO QUE É O QUE MORRE NO PAÍS, VÍTIMAS DA VIOLÊNCIA…

  4. Roger C disse:

    Ela é até nome de jardim em Paris, mas os energúmenos direitistas que infestam a política (e a área de comentários) se recusam a enxergar a realidade. Permaneçam aí na sua mediocridade.

    • silas disse:

      Em Paris qualquer bosta tem nome de praça…Vc tá deslumbradA…O que ela fez em prol da comunidade do Rio ? E A PROFESSORA QUE DEU SUA VIDA PRA AJUDAR AS CRIANÇAS ? ELA SIM MERECIA UMA PRAÇA, UM BUSTO…ACORDA SEU NHONHO…

  5. Ricardo Silveira Mendes disse:

    Como as “autoridades”, desse meu Brasil se sentem incomodadas quando se trata do assassinato contra pessoas que lutaram contra bandidos, hoje no caso dela, deve ser influência dos milicianos que contam como parsas o Presidente e seus filhos. Estamos vendo governadores, prefeitos, deputados, vereadores, achando que ela, que pagou com a própria vida, é que é a pessoa que merece ser investigada, deixando em paz os milicianos que a mataram..

  6. Yascha Blumenfeld disse:

    Quem quiser homenagear a dita cuja, que o faça nos quintos dos infernos, que é o lugar onde ela está agora.

  7. Rodrigo Gonczarowska disse:

    parabéns Ibanês! O interesse era apenas dos deputados esquerdistas. Tens meu voto garantido na reeleição

  8. Peri Salles disse:

    Parabéns ao governador pela proibição. Não há realmente nenhum interesse popular em relação à essa mulher. Pessoalzinho do uol/fsp deve estar espumando de raiva…

  9. Sinval Pinheiro disse:

    Parabéns ao Governador, finalmente um atitude sensata.
    Quem diabos era Marielle e o que ela fez?

    • silas disse:

      Vc não sabe ? Ela se elegeu com votos da comunidade, pressionada pelos milicianos, traficantes…Depois, quis dar uma de boa moça e pular fora…Daí, já viu…

  10. Régis Augusto Silva Lima disse:

    Nosso Governador ta muito, muito certo. Não tem nada a ver. Homenagear Mariele nas instituições ou história de Brasília.

  11. Hideraldo Hito disse:

    Putz!
    Ainda essa novela? Pakabá!

  12. Daniel Selpucro disse:

    Mas aterro sanitário pode né!

  13. Antonio Aparecido Christófalo disse:

    Quanta frescura em relação a essa mulher hein? Com relação à professora que deu a vida prá salvar várias crianças de um incêndio na escola, ninguém fala nada? Hipócritas!

    • Anides Soares disse:

      Embarcando no seu comentário, seria uma boa ideia, pedir a um vereador/deputado de Brasília que criasse uma lei homenageando a professora, com uma praça sim..

    • Ricardo Silveira Mendes disse:

      Você é miliciano? A professora que morreu merece todo o apoio, se a tragédia foi provocada por desleixo e a morte causada por milicianos ou qualquer ou tipo de assassino, nunca será uma frescura. Não deve procurar desclassificar a morte de uma pessoa, usando a morte de outra pessoa, como se você o responsável por criar uma classificação para darmos importância ou não a um assassinato.

  14. Henri Croisille disse:

    Em vida só fez defender o TRÁFICO. Agora quer Praça ?

    • Anides Soares disse:

      Pode e merece sim, mas no RJ. O local mais apropriado pode ser numa cracolândia, num ponto de distribuição de drogas ou numa boate unisex. E acho Henri, um reacionário chato..

  15. BlackWidow disse:

    Parabéns governador…, defensores de bandidos não merecem nome em praça.

  16. Walldemar Sobrinho disse:

    Só fazer uma praça cheia de buracos que a homenagem tá feita.

  17. kbssa kbssa disse:

    Tem q fazer praça coisa nenhuma não. Tá fazendo nenhuma falta

    • Diogenes o Cínico disse:

      O Jesus de vcs é um cara engraçado, cruel até o talo

      • Evandro Carlos Galeazzi disse:

        Já o Jesus da esquerda a porta dos fundos nos mostrou

        • Diogenes o Cínico disse:

          Vc se sentiu ofendido jovem, nãos assista, acho q jesus e poderoso o suficiente pra jogar uns raios no portas dos fundos, ele sabe se defender, precisa de Zé ruelas intolerante pra isso não, paz do senhor e fique com Deus, ou deuses, ou orixás, ou satanás, ou bafomeht,

          • silas disse:

            Acho que vc ficou ofendidinho porque é gay…

          • Diogenes o Cínico disse:

            Como diria o ultimo profeta: Eu sou o Tudo e o Nada,
            Ser gay é problema pra vc? vc se sente incomodado com pessoas gays?

          • roberto azmann disse:

            O que importa, não é o cara ser gay ou não.
            Ele que fique na dele.
            O que importa, é o comportamento do gay.

          • Diogenes o Cínico disse:

            Não entendo bem, o comportamento de uma pessoa te incomoda mesmo ela nem falando com voce? filosoficamente falando isso é insano, o comportamento do rockeiro só vai me incomodar se ele ouvir musica a toda altura perto de mim, se não pode usar cabelo grande, barba grande , roupas largadas de rockeiros, e veja só lembra um pouco imagem de Jesus não?

        • Anides Soares disse:

          O caso era a variadora (aquela que varia de sexo, outras coisas), Agora, o que tem a religião e os alegres alegres rapazes, que dão a porta do fundos?

        • silas disse:

          Mandou bem…Jesus da esquerda é uma afronta até pra quem não acredita nele…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via