Congresso em Foco

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Deputados apostam em Lira para avançar com pauta antiaborto

e

11.02.2021 13:26 13

Publicidade

13 respostas para “Deputados apostam em Lira para avançar com pauta antiaborto”

  1. Diogenes o Cínico disse:

    Os evangelistão doido pra fazer do Brasil a arábia saudita sul-americana,pena que até mesmo eles sabem que não se aguentam e vão na zona destilar suas taras

  2. Edson disse:

    tem pilula do dia seguinte!!! e estas mesmas pessoas q são a favor do aborto , são as mesmas q estão preocupadas com o gatinho ,cachorrinho abandonado, o fogo que queima o ninho do passarinho no pantanal, mas agora qdo é pra tirar a vida de um ser humano q ta gerando daí pode!!!hipocrisia!!!significa q não está interessado em vida nenhuma!!!então o ovo do passarinho q está sendo queimado é mais importante q o feto q ta gerando um ser humano!!!

  3. Luismar Arantes disse:

    Será que esses deputados não algo mais importante com o que se preocuparem?

  4. Robin Grosse disse:

    O Brasil é pária mundial quando se trata de direitos humanos, geograficamente o país deveria ter brotado no Oriente Médio e ainda assim seria o pior para se viver.

  5. Mara Passos disse:

    UM GRUPO DE MACHISTAS CORRUPTOS, TRUCULENTOS COM IDEOLOGIA MEDIEVAL, MISÓGINOS, INCULTOS NÃO PODEM DECIDIR SOBRE OS CORPOS DAS MULHERES!

  6. Ricardo Paia disse:

    Jacuzada do Brasil.

  7. 13582196 disse:

    A falácia do meu corpo minhas regras:

    O aborto irá tirar leitos de hospitais de quem necessita de cirurgias;

    O aborto tirará dinheiro da educação, da merenda, dos remédios dos pobres;

    O aborto irá obrigar pessoas a realizarem o procedimento, além de obrigá-las a inspecionarem as instalações;

    O aborto obrigará a gastar dinheiro do contribuinte com a cremação dos fetos;

    O aborto irá obrigar os políticos a aumentarem os impostos para financiar e permiar a promiscuidade alheia.

    O aborto irá beneficiar os machos que não se preocupam em cuidar das mulheres.

    • Jorge Teixeira Carneiro disse:

      Só não podem é incumbir o SUS de fazer os abortos, porque senão eles vão marcar a primeira consulta para daqui a um ano e nesse meio tempo a criança já nasceu…
      Melhor incumbir o Sírio & Libanês de fazer os procedimentos, porque aí é de hoje para amanhã.
      Imagina se o Lula pega uma pneumonia viral em Cuba e resolve se tratar no ”maravilhoso” SUS do governo federal?
      Eles vão marcar a primeira consulta dele para janeiro de 2022…
      Aí ele já foi encontrar o Fidel Castro e o Hugo Chavez…kkkkkk

    • Luismar Arantes disse:

      Quanta besteira!

    • Robin Grosse disse:

      Tirou do cu essas afirmações, como todo bom conservador que pira numa piroca!

      A descriminalização do aborto vai reduzir as internações resultadas de interrupções feitas na clandestinidade.

      A descriminalização do aborto vai ajudar a desonerar a previdência, ao não permitir que mulheres sejam lesionadas em procedimentos feitos em fundos de quintais. Verba que poderá ser usada na educação e distribuição de medicamentos.

      A descriminalização do aborto vai possibilitar o planejamento familiar e que nasçam menos crianças que serão abandonadas nas ruas ou em orfanatos sob tutela do estado.

      A descriminalização do aborto vai reduzir a carga sobre a educação pública e melhorar o acompanhamento das famílias feito pelo estado.

      A descriminalização do aborto não tem a ver com prostituição ou promiscuidade. O aborto seguirá sendo feito por mulheres de todas as classes sociais, sendo legal ou não, e até por mulheres cristãs com parceiros conservadores.

      A descriminalização do aborto vai permitir que a mulher decida se terá ou não o filho, afinal, não se trata de controle de natalidade.

      A descriminalização do aborto não vai interferir no planejamento familiar. A família que decidir ter filhos, não será obrigada a recorrer ao procedimento.

      Não apenas socialistas querem a descriminalização do aborto, qualquer pessoa de bom senso o quer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via