Proposta para enfraquecer o SUS não vai prosperar no Congresso, diz Alessandro Vieira

O decreto assinado por Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que prevê um modelo de privatizações para as Unidades Básicas de Saúde (UBS), teve forte repercussão nas mídias sociais. Parlamentares e celebridades se manifestaram à favor do Sistema Único de Saúde. O tema chegou aos trending topics do Twitter no Brasil com a hashtag #DefendaoSUS.

> Decreto de Bolsonaro abre caminho para privatização de unidades de saúde. Veja a íntegra

Os deputados Marcelo Freixo (Psol-RJ) e Jandira Feghali (PCdoB-RJ), os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff (PT), o candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (Psol-SP), além de outros parlamentares e diversas celebridades, como Felipe Neto e Anitta se manifestaram sobre o tema.

Vejam algumas das manifestações a seguir:


As Unidades Básicas de Saúde (UBS) são a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo desses postos é atender a maioria dos problemas de saúde da população, sem que haja a necessidade de encaminhamento para outros serviços, como emergências e hospitais. O texto publicado no Diário Oficial da União inclui a política de fomento ao setor no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República e delega à equipe econômica um estudo de “parcerias com a iniciativa privada para a construção, modernização e operação de UBS dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios”.

A Secretária Especial do Programa de Parcerias de Investimentos, Martha Seillier, afirmou pelo Twitter que sabe o desafio de levar mais infraestrutura e serviços de qualidade a diversos municípios do Brasil e que o modelo de PPPs será "chave para alcançarmos os resultados que a população tanto merece."

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!