Paraná confirma quatro casos da variante brasileira do coronavírus

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná confirmaram, nesta quarta-feira (17), os cinco primeiros casos da variante brasileira do coronavírus, conhecida como P1, ou "variante de Manaus", quatro deles em Curitiba. Todos os pacientes já estão recuperados.

Após o resultado positivo as amostras foram encaminhadas pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen) para análise da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. A equipe de Epidemiologia da SMS realizou monitoramento desses pacientes além do rastreamento e monitoramento dos seus contatos, não foi identificado nenhum caso de transmissão na nova variante para pelos cinco pacientes confirmados.

A variante foi identificada também em outros dez estados: Amazonas, Pará, Roraima, Ceará, Paraíba, Piauí, São Paulo, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou pedido da Procuradoria-Geral da República e determinou à Polícia Federal que realize uma série de diligências no inquérito que apura a responsabilidade do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na crise de Manaus, marcada pela falta de oxigênio hospitalar. Até o momento apenas Pazuello foi ouvido. Ele negou ter cometido irregularidades ou se omitido diante da crise.

> Lewandowski determina diligências em inquérito contra Pazuello

 

Continuar lendo