Ministério da Saúde vai à Índia buscar 2 milhões de doses de vacinas

Integrantes do Ministério da Saúde viajam nesta quinta-feira (14) para a Índia para buscar cerca de 2 milhões de doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, integra a comitiva que partirá de Recife (PE) rumo à Mumbai. A previsão é de retorno ao Brasil no próximo sábado (16). As doses foram produzidas pelo laboratório indiano Serum

De acordo com o ministério, a carga é estimada em 15 toneladas e será transportada em um avião da companhia Azul, equipado com contêiners específicos para garantir o controle de temperatura.

Na volta, o avião deve pousar no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, onde as doses serão armazenadas. A previsão é de que a vacina seja distribuída aos estados em até cinco dias após o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo Pazuello, o início da imunização se dará em todo o País, ainda no mês de janeiro, de forma simultânea e gratuita.

De acordo com balanço da pasta, além das 2 milhões de doses da AstraZeneca, o Brasil conta com mais 6 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan, produzidas pelo laboratório Sinovac.

Ainda segundo o ministério, no total, o Brasil tem garantidas 354 milhões de doses contratadas por acordos com laboratórios, além de seringas suficientes para a administração das vacinas a todos os brasileiros.

>Maguito Vilela, prefeito de Goiânia, morre de covid-19

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!