Congresso em Foco

[fotografo]Carlos Moura/STF[/fotografo]

Supremo vai julgar bloqueio de 30% no orçamento do ensino superior

10.05.2019 20:08 17

Reportagem
Publicidade

Publicidade

17 respostas para “Supremo vai julgar bloqueio de 30% no orçamento do ensino superior”

  1. Eliane Carmanim Lima disse:

    Weintraub tem respondido às críticas afirmando que não trata-se de um corte, e sim de um contingenciamento
    i

    O correto seria : Weintraub tem respondido às críticas afirmando que não SE trata de um corte, e sim de um contingenciamento. Dá uma corrigida na colocação do pronome, porque acredito que a tua intenção seria usar o dito “padrão culto” em português, já que és jornalista.

  2. Vicente Ferreira disse:

    O STF precisa agir. É claro que orçamento é matéria própria do executivo, mas fere de morte a autonomia universitária garantida na constituição. Então matéria constitucional é com o STF. A educação pede socorro diante das maluquices do governo!

    • Renan Shimabukuro disse:

      Se a despesa não é obrigatória, o Supremo não tem que decidir nada algo que é do Executivo. Isso está na constituição, não fora…

  3. Wlader Dico disse:

    E o orçamento das lagostas e bebidas importadas, quando vai ver isso ???? Esta gan gue de toga não tem verg onhan cara ra

  4. Valdir disse:

    A mídia maldita não tem limites!
    Segundo a matéria, o orçamento total então é de R$ 24,66 bilhões de reais.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Engana trouxas. A verdade é que a contingência é só sobre as despesas discricionárias, que é mínima.
    Quando se mente, como aqui nessa matéria, ou é por ignorância ou por mal caráter. Em qual das duas o “jornalista” se encaixa?

  5. Ardamax Rei Rei disse:

    Bom está bem claro que o Ministro está travando uma guerra política, depois de pedir exoneração para assumir o cargo de ministro vai travar uma batalha política com a reitoria por ter tomado uma sindicância por ter se afastado nas eleições, quem sai perdendo é o ensino que forma profissionais para área da saúde como o campus são paulo e diversos campus que são referência em pesquisas importantes que já sofrem com corte no auxílio de pesquisas, depois não reclamem que saúde está ruim, que o país não se desenvolve tecnologicamente, que perdemos patentes para grandes empresas de fora por pura burocracia e ideologia de elite que só pensa no próprio ego e na demagogia.

  6. Jorge Merjam disse:

    para quer ter eleições? Seria melhor votarmos para ministros afinal eles que mandam!! com certeza vao cancelar as lagostas para ajudar as universidades.

  7. marco almeida disse:

    Não concordo com o contingenciamento de recursos para a educação. Mas, na boa, não seria usurpação de função se o supremo tribunal Federal fizer isso?! Orçamento é competência do executivos.
    Se fizerem isso ( por mais nobre que seja) será a prova cabal de que o supremo é composto por 11 moleques.

    • Renan Shimabukuro disse:

      Eu acho que o contingenciamento é válido considerando o esforço que está sendo realizado para tentar equilibrar as contas públicas. Mas mais importante é que seja também revisado como os repasses estão sendo feitos. Ainda que seja algo nobre, as faculdades devem começar a gerir melhor os recursos que lhes são passado, não dando salários exorbitantes ou inchando as instituições com mais pessoas e bolsas que podem sustentar, ou não gastando isso com eventos político-partidários. De fato, no caso do congelamento de bolsas, acho que tem que começar a considerar a relevância do curso e da pesquisa, mesmo dos ramos menos relevantes que se originam disso. Se houver recurso sobrando, então tudo bem em conceder. Mas, com a falta, não é nem um pouco sensato gastar mais além do que se tem.

    • Bento Sartori de Camargo disse:

      Lembrando que o Supremo foi provocado por uma “ação de algum politiqueiro irresponsável do PDT” e nesse caso torna-se legal. Mais ainda: os 30% do corte de recursos das Universidades Federais e UTFs, serão realocados para o ensino fundamental e médio que é onde adquire-se a “base” para o resto da vida, pois hoje uma grande parcela dos alunos sequer sabem a “tabuada”, sendo verdadeiros futuros analfabetos escolados, não é o correto, concorda?.

    • Feliph Kevin disse:

      Art. 2º, CF/88: ‘os Poderes da União são independentes e harmônicos entre si […]’.
      Cada Poder (Jud, Leg, Exec) deve atuar dentro da sua esfera de competência. Mas, também criou-se uma teoria, chamada Freios e Contrapesos, para que os Poderes pudessem ter interferência legitima de um Poder sobre o outro.
      Se o Judiciário entender como inconstitucional uma medida tomada pelo Executivo, haverá sim um embargo nessa ação.

  8. Antonio Carlos disse:

    Cada uma…o STF tem como indicar de onde sairia mais dinheiro?

    • Renan Shimabukuro disse:

      Do bolso dos contribuintes trouxas, oras… Para eles, os cidadãos servem para ficar pagando vinho e lagosta para eles…

  9. Gabriel P. disse:

    Espero que o Supremo não se acovarde e acabe com a balbúrdia dos chocolatinhos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via